Rui Chapéu, símbolo da sinuca no Brasil, morre aos 79 anos, de infarto

INSTAGRAM/REPRODUÇÃO

Rui Chapéu, responsável por popularizar a sinuca no Brasil, ajudando a tirá-la do preconceito, faleceu neste sábado (29), aos 79 anos, de infarto.

A informação foi confirmada no Instagram do jogador, que, ao longo de oito anos, foi presença assídua no programa “Show do Esporte”, da TV Bandeirantes, durante as décadas de 80 e 90, quando disputou competições com os melhores do Brasil e ensinou vários truques do esporte.

Nascido em Itabuna, na Bahia, José Rui de Mattos Amorim  recebeu o apelido de “Rui Chapéu” por conta da boina branca que sempre o acompanhou nas partidas.

Jogador profissional desde os anos 70, Rui passou a ser reconhecido após vencer 11 dos melhores nomes do país, num torneio apresentado no “Show do Esporte”, coordenado por Luciano do Valle, que buscava diversificar a programação com outras modalidades ­– entre elas, a Fórmula Indy e o boxe.

Ele chegou a enfrentar o inglês Steve Davis, ganhador do título mundial por seis vezes, e só não foi jogar no exterior porque preferiu ficar perto da família.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.