2
Compartilhamentos
16
Visualizações

O Atlético anunciou mudanças drásticas em seu departamento de futebol. Na madrugada desta quinta-feira (27), por meio de sua assessoria de imprensa, a diretoria confirmou que não fazem mais parte do clube o diretor de futebol Rui Costa, o gerente Marques de Abreu e o técnico Rafael Dudamel e sua comissão técnica.

“Para o jogo de domingo, em Varginha, contra o Boa Esporte, o time será comandado por James Freitas e Lucas Gonçalves, ambos da comissão técnica fixa. O grupo se reapresenta nesta sexta-feira à tarde e já fica concentrado”, diz o comunicado.

 

URGENTE: Atlético demite Rafael Dudamel, Rui Costa e Marques

Thiago Prata
@ThiagoPrata7
27/02/2020 – 02h17 – Atualizado 02h43

O Atlético anunciou mudanças drásticas em seu departamento de futebol. Na madrugada desta quinta-feira (27), por meio de sua assessoria de imprensa, a diretoria confirmou que não fazem mais parte do clube o diretor de futebol Rui Costa, o gerente Marques de Abreu e o técnico Rafael Dudamel e sua comissão técnica.

“Para o jogo de domingo, em Varginha, contra o Boa Esporte, o time será comandado por James Freitas e Lucas Gonçalves, ambos da comissão técnica fixa. O grupo se reapresenta nesta sexta-feira à tarde e já fica concentrado”, diz o comunicado.

 
PUBLICIDADE

Em sua entrevista coletiva após mais um fiasco do Galo no ano, desta vez na Copa do Brasil, Rui Costa deu a entender que a permanência de Dudamel ficaria nas mãos do presidente Sérgio Sette Câmara. O que não se esperava é que ele e Marques também seriam atingidos pela ira do mandatário.

Há uma semana, Sette Câmara fez um discurso dizendo que a continuidade de Dudamel era certa, mesmo depois da desclassificação da equipe na Sul-Americana. Ao ser questionado por um jornalista, respondeu: “Vocês já estão derrubando o treinador? O que é isso? O treinador vai ficar. Não vamos, por conta de um mês de trabalho, que ainda está começando…”. Depois do fracasso dessa quarta-feira (26), contra o Afogados, de Pernambuco, o discurso mudou.

Atlético

Dudamel

O venezuelano desembarcou em Confins no dia 6 de janeiro para ser o treinador do Atlético para as temporadas 2020 e 2021. Os novos métodos de trabalho, com uma filosofia mais rígida no dia a dia do clube, logo ‘chocaram’ o elenco. O alto nível de disciplina não vingou, e o Galo acumulou vexames.

Em dez partidas, foram quatro vitórias, quatro empates e somente duas derrotas. Na teoria, não se trata de um rendimento ruim. Na prática, o Atlético foi eliminado na Sul-Americana e na Copa do Brasil para os modestos Unión de Santa Fé (18° colocado do Campeonato Argentino) e Afogados (clube que disputará a Série D do Brasileiro).

Além disso, o alvinegro ocupa o quarto lugar no Campeonato Mineiro, atrás de Tombense, América e Caldense. A equipe ainda não enfrentou o Coelho, perdeu para a Veterana em pleno Mineirão e empatou com o Gavião-Carcará no Independência.

O treinador ajudou a montar grande parte deste plantel, incluindo a vinda do venezuelano Savarino e do colombiano Dylan Borrero. Além disso, vivia a expectativa de contar com o atacante Diego Tardelli para os próximos confrontos.

A pressão da torcida foi outro fator que marcou a curta trajetória de Dudamel pelo Atlético. O comandante, aliás, ficou bastante irritado com as vaias destinadas ao volante Zé Welison no revés para a Caldense e criticou a Massa por isso. Nas redes sociais, depois da desclassificação para o Afogados, muitos torcedores pediram a ‘cabeça’ do treinador.

Atlético

Rui Costa

A passagem de Rui Costa pelo Atlético durou menos de um ano. No dia 11 de abril de 2019, o Atlético o confirmou como seu novo diretor de futebol e que Marques, que vinha desempenhando essa função, atuaria como gerente.

Rui Costa chegou como esperança de fazer o Galo retomar os dias de glória. No currículo, trabalhos por Grêmio, Chapecoense e Athletico-PR.

No início, apoio vindo de todos os lados. Com o decorrer da temporada passada, as críticas passaram a predominar. Em várias ocasiões, ele “colocou a cara para bater”, como se deu na noite dessa quarta-feira. Porém, a palavra de Sette Cãmara falou mais alto, assim como sua insatisfação, e o diretor de futebol acabou demitido.

Relacionadas Postagens

Próxima postagem
Inscreva-se
Notificação
guest
0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.