Cruzeiro ou Ceará? Um dos times pode se livrar do rebaixamento com a pior campanha da era dos pontos corridos

 213 Visualizações

Superesportes

O Campeonato Brasileiro deste ano pode ter uma situação inédita, desde o início da disputa por pontos corridos, instituído em 2003. Desde que a competição passou a ter esse formato, nenhum time se safou do rebaixamento com menos de 40 pontos, o que pode ocorrer em 2019, caso Ceará e Cruzeiro sejam derrotados na última rodada.

O Cruzeiro tem 36 pontos e, se vencer o Palmeiras, no Mineirão, neste domingo, às 16h, chegará aos 39. A Raposa só permanece na primeira divisão em caso de derrota do Ceará.
 
O Vozão, rival celeste na luta contra o descenso, tem 38 pontos e vai ao Rio de Janeiro, onde enfrenta o Botafogo, no Engenhão, no mesmo dia e horário. O Ceará precisa apenas de um empate para se manter na Série A. Se fizer um ponto no Rio, o Alvinegro chegará aos 39 – número máximo de pontos que o Cruzeiro pode alcançar. Como o Vovô tem 10 vitórias e o time estrelado apenas sete, a equipe cearense superaria a mineira nesse critério de desempate.
 
O Ceará pode até se salvar mesmo perdendo para o Botafogoe permanecendo com seus atuais 38 pontos. Para isso, depende de uma derrota ou empate do Cruzeiro contra o Palmeiras, em Belo Horizonte.
 
O time que se salvou com a menor pontuação da história do ‘novo’ foi o Palmeiras, em 2014, que terminou o Brasileirão com 40 pontos, em 16º lugar. Naquele ano, caíram para a Série B o Vitória (com 38 pontos), o Bahia (37), O Botafogo (34) e o Criciúma (32).

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.