Economia, Minas Gerais

BDMG e Fonplata assinam memorando de entendimento com foco no crédito para municípios

Instituições desenvolverão estudos conjuntos com objetivo de criarem oportunidades de financiamento paracidades mineiras

O BDMG e o Fonplata (Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata), organismo multilateral sediado na Bolívia, acabam de estabelecer um memorando de entendimento. A parceria foi formalizada pelos respectivos presidentes das instituições – Sergio Gusmão e Juan Notaro Fraga – na quinta-feira (8/8), durante o encerramento do I Foro de Prefeitos Fonplata: Projetando Municípios Sustentáveis, no Rio de Janeiro. O memorando de entendimento objetiva a realização de ações, estudos e análises conjuntas pelas duas instituições, visando a possível estruturação de uma linha de crédito para os municípios de Minas Gerais.

Segundo Gusmão, trata-se de uma oportunidade para atrair recursos de longo prazo aderentes ao desenvolvimento dos municípios. “Este é o início de uma parceria promissora para fortalecer o apoio aos municípios mineiros no financiamento a diversos projetos de saneamento, smart cities, infraestrutura, sustentabilidade, entre outros”, explica. Além do Brasil, o Fonplata atua na Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai e já investiu mais de US$ 1,7 bilhão em financiamentos de projetos de pequeno e médio porte na região.

O presidente do BDMG, Sergio Gusmão, e o presidente do Fonplata, Juan Notaro Fraga, assinam o Memorando de Entendimento. foto: Carlos Freitas.

Estratégia

A parceria com o Fonplata integra a estratégia do BDMG de intensificar o contato com organismos de desenvolvimento internacionais com objetivo de obter parcerias para investimentos que estimulem e diversifiquem a economia de Minas Gerais.

Nesse sentido, o banco também assinou, no mês passado, um memorando de entendimento com a International Finance Corporation (IFC), membro do Grupo Banco Mundial. O objetivo é mapear oportunidades de financiamento em Minas Gerais e atrair parceiros para projetos públicos e privados no processo de diversificação das atividades econômicas do Estado. A formatação dos projetos deverá ser consolidada ainda neste semestre.

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend