Futebol

BRASILEIRÃO – Em jogo confuso, Atlético abre 2 a 0, mas cede empate para o Fortaleza no Independência

* Informações reproduzidas do Jornal Hoje em Dia

O jogo no Independência teve de tudo. Gol contra em grande estilo, pênaltis convertidos e desperdiçados, VAR em ação em vários momentos, vaias. Com 2 a 0 no marcador com apenas 12 minutos de jogo, parecia que seria uma tarde de goleada do Atlético. Mas, com uma atuação apática na etapa final, o Galo cedeu o empate para o Fortaleza. 

Foto: Bruno Vandinho/reprodução

O placar em 2 a 2 impediu que o time alvinegro se aproximasse dos líderes Palmeiras e Santos. Os times paulistas têm 26 pontos enquanto o Atlético chegou aos 20.

Logo aos 6 minutos, um gol incomum. O volante Juninho tentou recuar de longe para Felipe Alves, mas a bola acabou encobrindo o goleiro do Fortaleza. Aos 13, o Galo chegou ao segundo gol com Cazares em cobrança de pênalti. 

Com o time cearense nervoso em campo, o jogo parecia controlado pelo Atlético. Enquanto o Galo colecionava chances perdidas, a equipe do técnico Rogério Ceni mostrava perigo nos contra-ataques. Aos 19 minutos do segundo tempo, Carlinhos, de apenas 1,67 metros, diminuiu de cabeça. 

Dois minutos depois, André Luis foi derrubado por Igor Rabello dentro da área. Depois de consultar o VAR, a arbitragem demorou cinco minutos para confirmar o pênalti. Juninho cobrou no meio do gol e deixou tudo igual. 

O Atlético ainda teve a chance de ficar à frente no placar novamente. Aos 30 minutos, Roger Carvalho empurrou Alerrandro dentro da área. O próprio atacante cobrou, mas Felipe Alves defendeu. O VAR analisou o lance e mandou voltar a cobrança porque o goleiro se adiantou. Luan assumiu a batida, mas o dono da meta do Fortaleza brilhou novamente. 

Nos minutos finais, o “Menino Maluquinho” teve a chance de se redimir, mas, quase na pequena área, chutou para cima o gol da vitória atleticana. 

Vaias

Com o erro na cobrança de pênalti, o atacante Luan, que entrou aos 29 minutos no lugar de Geuvânio, foi vaiado pela torcida do Atlético sempre que encostava na bola. No fim da partida, o protesto dos atleticanos foi direcionado ao time todo do Atlético. 

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend