AMOR DE MÃE – Itabirana empreendedora inaugura loja colaborativa em BH

Belo Horizonte abre a primeira loja colaborativa de mães do Brasil, instalada no Shopping Del Rey, na Pampulha. A unidade, inaugurada oficialmente em meados de junho deste ano, resultou de uma parceria entre o centro comercial e as empreendedoras, no formato feira, durante o mês de maio.

Foto: reprodução/Instagram

Após o sucesso da mostra, o Del Rey convidou as produtoras a ocuparem uma sala do empreendimento, sem cobrar o aluguel. Elas apenas rateiam os demais custos, como água e energia elétrica.

No “Espaço Colaborativo Amor de Mãe”, o consumidor encontra “de tudo a preço acessível”, nas palavras da idealizadora, itabirana Márcia Machado. Entre os itens à venda, estão roupas infantil e adulto, calçados, cosméticos, bijuteria, artesanato, papelaria, semijoias e vasilhas plástica. O tíquete médio de compras é de R$ 50 a R$ 60. 

Márcia Machado juntamente com mulheres empreendedoras do projeto Amor de Mãe. Foto: reprodução/Instagram

Ao todo, há 40 matriarcas expondo produtos e outras dez divulgando serviços, como limpeza de sofá, arquitetura, fotografia, plano de saúde, marketing, ensino e contabilidade. Além disso, há uma fila de espera de 50 mulheres interessadas em integrar o negócio.

Conforme a fundadora, a recepção dos consumidores é positiva. “As pessoas ficam comovidas com a causa, deixando de comprar em outros estabelecimentos para consumir com a gente”, afirma. 

A ideia de montar um comércio colaborativo surgiu em um grupo secreto que Márcia administra há dois anos, o “Amor de Mãe”, com 14,5 mil participantes. Após desenvolver uma enquete, a empresária e influenciadora digital descobriu que a congregação virtual reunia 1.200 empreendedoras.

“Eu pensei que se todas essas mães conhecessem o trabalho umas das outras e comercializassem entre si, muitas delas poderiam viver só disso”, lembra a criadora. As reuniões começaram com 20 pessoas, em agosto de 2018, até chegar ao número de 126, em maio deste ano. 

A curadoria das expositoras se deu em conjunto no grupo, levando em conta critérios como maior participação em discussões, capacidade de arcar com os custos do empreendimento e, principalmente, a área de atuação – para não criar concorrência interna.

Segundo Márcia, várias mães encontraram no empreendedorismo a oportunidade de uma fonte de renda depois da maternidade. “Muitas são demitidas após a licença, infelizmente, enquanto outras desejam autonomia para passar mais tempo com os filhos”, relata.

Já a empresária formou-se em engenharia de minas, mas não seguiu a profissão, atuando com marketing desde a época da faculdade. Há 14 anos, ela se dedica a empreender, como proprietária de uma agência.

A missão de estimular demais mulheres a desenvolverem negócios próprios, por sua vez, manifestou-se com a participação no projeto “10.000 Mulheres”, do grupo financeiro multinacional Goldman Sachs, que selecionou 10 mil empreendedoras ao redor do mundo.

Na ocasião, ela recebeu a quantia de U$ 10 mil para receber treinamentos específicos. “No programa, entendi que a mulher empreendedora muda o contexto da comunidade, o cotidiano da família, dos vizinhos. Desde então, tento plantar essa semente”, argumenta.

SERVIÇO
Espaço Colaborativo Amor de Mãe
Endereço: Shopping Del Rey, 1º piso (Av. Presidente Carlos Luz, 3001 – Pampulha, Belo Horizonte)
Fan page: @grupoamordemaebh
Instagram: @grupoamordemaebh / @mamaequefezmg

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.