Com estoque baixo, HNSD precisa de doadoras de leite humano

A Unidade Materno Infantil do Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD) precisa com urgência repor o estoque de leite humano. A falta do suprimento põe em risco a vida dos recém-nascidos, cujo as mães estão com dificuldade na amamentação e os bebês encontram-se com necessidade de uso exclusivo de leite humano. Atualmente o setor conta com apenas 10 litros em seu estoque, o que não é capaz de suprir as demandas diárias.

Segundo a coordenadora do setor, Edilene Santos, é importante que o hospital disponibilize leite humano pasteurizado aos recém-nascidos, já que o alimento é a garantia mais eficiente para diminuição das intolerâncias e outras complicações, o que pode acontecer caso os bebês tenham inseridos em suas dietas outros tipos de leite de forma precoce.

As doações, ressaltou a coordenadora da unidade, é a melhor forma de auxiliar as mães e as crianças atendidas pelo HNSD. As mulheres interessadas em doar o leite materno ao Posto de Coleta do HNSD devem entrar em contato com a maternidade pelo telefone 3839-1427 ou com o Posto de Coleta, no 3839-1425.

A orientação inicial é que as doadoras se dirijam para a primeira doação no Posto de Coleta do HNSD para serem informadas e orientadas de como proceder a coleta de leite para domicilio.

O posto de coleta de leite humano é o único da cidade e uma referência para a microrregião, que atende 29 municípios. O leite humano doado ao HNSD é encaminhado ao Hospital Sofia Feldman, em Belo Horizonte, para realização de pasteurização, o que não é realizado em Itabira. Após o processo, o Sofia Feldman devolve metade do leite humano pasteurizado para ser dado aos recém-nascidos itabiranos.

“Essa parceria tem ajudado a alimentar muitas vidas e contamos com um gesto de carinho das mamães itabiranas para ajudar nesse ato de amor que é amamentar o recém-nascido”, concluiu Edilene Santos.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.