Tiroteio em Virginia Beach, nos EUA, deixa 11 mortos e 6 feridos; assassino também morreu

G1

Um funcionário público matou 11 pessoas e feriu ao menos outras seis na sexta-feira (31/05) em um centro administrativo de Virginia Beach, costa leste dos Estados Unidos. As informações são do chefe de polícia da cidade, Jim Cervera.

De acordo com a imprensa local, o assassino morreu em confronto com policiais. Um dos oficiais chegou a ser baleado, mas, de acordo com Cervera, sobreviveu graças ao colete à prova de balas.

Uma das pessoas atingidas foi levada para um hospital especializado em trauma; as outras estão em uma unidade de saúde local. Não há detalhes sobre o estado delas.

De acordo com a rede de televisão norte-americana NBC, o assassino era um servidor público da cidade que foi demitido na quinta-feira. As autoridades, até o momento, não divulgaram a identidade do criminoso.

O prédio onde o assassino abriu fogo abriga escritórios para planejamento de obras públicas da prefeitura de Virginia Beach. Ao lado do edifício, fica a sede do governo da cidade.

Por precaução, a polícia isolou a área e pediu que vizinhos evitassem o bairro onde fica a sede do governo de Virginia Beach.

‘Dia trágico’, diz governador

O governador do estado norte-americano da Virgínia, Ralph Northam, lamentou o massacre. Pelo Twitter, ele disse que viajou a Virginia Beach para prestar auxílio.

“É um dia trágico para Virginia Beach e toda a nossa comunidade. Meu coração está partido pelas vítimas desse tiroteio devastador, além das famílias e de todos os que as amavam”, escreveu Northam.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.