Cotidiano, Minas Gerais

Serra da Moeda, em Brumadinho, será palco de protestos neste domingo

Portal Hoje em Dia

A 12ª edição do Abrace a Serra da Moeda, em Brumadinho, na Grande BH, será realizada neste domingo (21/04), a partir das 10h. O protesto é organizado pela ONG homômina, que tem luta em defesa das águas e serras de Minas Gerais. Haverá, ainda, uma homenagem ao Corpo de Bombeiros e às vítimas da tragédia da Vale. [pro_ad_display_adzone id=”44899″ align=”right”]

Neste ano, o protesto em prol da preservação da cadeia montanhosa, que fica a 30 km do Centro de Belo Horizonte, será diferente das 11 edições anteriores: os manifestantes irão deixar a camisa branca de lado e utilizar roupas pretas. O objetivo é reforçar o luto vivido após o rompimento das barragens do Córrego do Feijão, de propriedade da Vale. 

“Queremos reivindicar, ou melhor, exigir uma mudança de rumo na condução das políticas econômicas, que vêm comprometendo a capacidade de prevenir a sociedade de desastres causados por grandes empreendimentos poluidores. Mais que responsabilizar os envolvidos nesse crime, é preciso evitar que situações semelhantes sejam repetidas”, afirmou Cristina Vignolo, presidente da ONG Abrace a Serra da Moeda.

De acordo com os organizadores, o cordão humano sobre a Serra da Moeda começará a ser formado, pontualmente, às 12h28, mesmo horário em que a tragédia teve início, em 25 de janeiro. A estimativa da ONG é que três mil pessoas, entre autoridades públicas, ambientalistas, comunidades locais, esportistas, grupos culturais e amantes da natureza, compareçam ao ato.

Está programada ainda uma homenagem ao Corpo de Bombeiros, às vítimas do rompimento e uma performance com 32 artistas, dirigida pelo bailarino, ator e coreógrafo mineiro Tiago Gambogi. 

“Durante a encenação, alguns atores/performers serão arrastados e/ou carregados por performers-bombeiros. Aos poucos todos se levantam e começam a se pintar com tinta vermelha e lama, de maneira ritualística, ao mesmo tempo em que irão emitir palavras de ordem expressando o descontentamento da sociedade por este genocídio cometido em Brumadinho”, explicou Gambogi. 

Serra da Moeda 

Localizada no Quadrilátero Ferrífero e ao sul da cadeia de montanhas do Espinhaço, a Serra da Moeda tem 1500 metros de altitude, abriga inúmeras nascentes e uma vasta biodiversidade. A vertente de Brumadinho, onde se realiza o abraço simbólico, vem se firmando também como um dos destinos turísticos mais atraentes nas proximidades da capital mineira. 

A beleza cênica, altitude, relevo e a condição climática tornaram o espaço ideal para a prática de esportes outdoor, como voo livre, mountain bike, cavalgadas e caminhadas. A gastronomia local também é outro grande atrativo.

SERVIÇO:
12º Abrace a Serra da Moeda
Data e hora: 21 de abril, domingo, a partir de 10h
Horário do abraço simbólico: pontualmente às 12h28
Local: Rampa de voo livre no Topo do Mundo (De BH – Acesso pela BR 040, sentido Rio de Janeiro – Continuar reto após o trevo de Ouro Preto (altura do Alphaville) e pegar a Saída 567 (Inhotim), à direita, subida para o condomínio Retiro do Chalé.
Entrada gratuita

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend