Gabriela Souza

GABRIELA SOUZA MARTINS – Jejum Intermitente

- O que é? Emagrece? É seguro? Passo fome?

(Oi meu nome é Jejum Intermitente e te prometo perder peso rápido)…. Assim como na propaganda da Bettina, você vai ver que não há fórmula mágica. Então pula esses anúncios e foca na informação.[pro_ad_display_adzone id=”44899″ align=”right”]

É 2019 e com certeza você já ouviu falar do jejum intermitente ou seus pseudônimos: dieta do guerreiro, Lean Gains, dieta da insulina entre outros. Também deve ter se questionado sobre as orientações de comer de 3h em 3h e agora mais essa história de jejum que antes era só quando precisávamos fazer exames, como se tornou dieta?

O JI ficou mundialmente difundido por ser uma técnica que promove a perda de peso. Tem por base alguns estudos observacionais de que a absorção de proteínas do organismo, independe da quantidade de ingestão, é constante.

Surgiu com princípios já adotados em outras dietas como a low carb por exemplo, na informação evolutiva de que nossos antepassados não se alimentavam de 3h em 3h… “Comia-se tudo que podia, quando podia,” Logo a janela alimentar (intervalo entre refeições) seria em torno de 12h, 17h e até mais horas. Esse grande intervalo faz com que haja uma aceleração do metabolismo (quebra de reserva) aumenta a sensibilidade a ação da insulina e outras alterações (em maioria beneficas) hormonais.

Emagrece? A resposta é um sim absoluto. Afinal, você restringe por um longo período de tempo a ingestão de calorias.

Seguro? Se realizado com o acompanhamento adequado e principalmente se realizado gradativamente. Ou seja, iniciar com intervalos menores de 4h JI, depois 6h e assim por diante.

Passa fome? Os adeptos garantem que não, pois trata-se de uma questão de adaptação e não de uma mudança abrupta e inconsequente, há um foco, disciplina e principalmente uma mudança no estilo de vida.

Efeitos colaterais? Quando há um acompanhamento adequado a possibilidade de algum efeito adverso é quase nula, porém se feito de forma inadequada já estudos em que a longo prazo a comprometimento do adequado funcionamento da insulina.

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend