Gente, Itabira

Morre aos 89 anos Myriam Brandão criadora do Festival de Inverno de Itabira

Professora Myriam de Souza Brandão. Foto: Reprodução

Itabira está mais triste! Morreu hoje (13), dona Myriam de Souza Brandão, aos 89 anos. Myriam dedicou a vida em prol da educação e da cultura local – e, por isso, deixa um grande legado para os itabiranos.

Dona Myriam foi professora de língua portuguesa na rede municipal de ensino, além de grande conhecedora da obra de Carlos Drummond de Andrade. Em suas aulas, sempre buscou divulgar e trabalhar as palavras drummondianas, contribuindo de maneira determinante para que gerações de itabiranos também pudessem experimentar essa paixão.[pro_ad_display_adzone id=”44899″ align=”right”]

Além da sua atuação como educadora, dona Myriam também exerceu um papel de grande importância para a cultura itabirana. Durante anos, ela foi gestora cultural do município, quando criou o Festival de Inverno de Itabira, hoje o mais importante e tradicional evento artístico da cidade.

Nesse período, dona Myriam foi responsável por trazer grandes artistas para Itabira: Juca de Oliveira, Tônia Carreiro, Maria Della Costa, Fagner, Guarnieri, Zizi Possi, dentre vários outros. Além disso, durante a inauguração do prédio da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, na década de 1980, organizou uma apresentação com Mercedes Sosa e Belchior – um marco para a história artística local.

Em nota a Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), lamentou a morte de Myriam. “A nossa cidade perde um enorme patrimônio cultural. Em nossas lembranças estarão guardados para sempre todo o carinho, respeito e dedicação com Itabira e o poeta Carlos Drummond de Andrade. Muito obrigado por tudo, dona Myriam!”, encerrou.

A despedida aconteceu na Galeria de Artes da FCCDA, e o corpo sepultado no cemitério do Cruzeiro na tarde de hoje.

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend