Cotidiano, Minas Gerais

Moradores de Macacos, na Grande BH, estão sob impacto de alerta sobre barragem

* As informações foram reproduzidas do Jornal Hoje em Dia
No Centro Comunitário, em Macacos, é feito o cadastro das famílias deslocadas das casas – Foto: Maurício Vieira

Moradores de Macacos, distrito de Nova Lima, na Grande BH, permanecem sob o impacto do aviso da Vale de risco de rompimento da barragem B3/B4, da Mina Mar Azul. Na manhã deste domingo (17/02), muitos deles compareceram ao centro comunitário, local onde são realizados os cadastros de pessoas que foram retiradas de casa na noite desse sábado (16/02). [pro_ad_display_adzone id=”44899″ align=”right”]

Caso do jardineiro Simonio Ferreira Nunes, de 38 anos. Ele conta que foi avisado por uma vizinha de que a barragem teria entrado em colapso e, por isso, não conseguiu chegar em casa — localizada em uma das áreas de risco. 

“Quando tentei chegar para pegar minhas roupas, meus documentos, policiais disseram que eu não poderia, pois minha vida é mais preciosa”, lembra, emocionado. Simonio, agora, está em casa de amigos no Centro de Macacos. “Estou só com a roupa do corpo, mas estou bem. É o que importa”, diz.

Simonio Ferreira Nunes, de Macacos

Simonio está apenas com a roupa do corpo; todos os pertences ficaram em casa

Desespero

O tempo entre o momento em que foi avisada do risco e o tocar das sirenes foi de 20 minutos, relembra a cozinheira Marli Pereira, de 26 anos. Ela, que mora com o marido e a filha de 5 anos próximo ao local de risco, afirma que só conseguiu salvar algumas peças de roupa da menina.

“A gente saiu correndo quando uma amiga ligou. Depois de 20 minutos, a sirene disparou e foi um desespero”, revela Marli. Segundo a cozinheira, a filha está muito assustada e teve pesadelos durante a noite. “Estamos apavorados”, diz.

Marli Pereira, de Macacos

Marli Pereira salvou algumas roupas da filha de 5 anos

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend