Esportes, Futebol

Com gols de Alerrandro e Vinicius, reservas do Atlético vencem Tupi no Independência

Com o triunfo, time alvinegro assumiu a liderança momentânea do Campeonato Mineiro

Superesportes

Superior ao longo de toda a partida no Independência, o time alternativo do Atlético venceu o Tupi por 2 a 0 na noite deste sábado (16/02), em jogo da sétima rodada do Campeonato Mineiro. O jovem Alerrandro, de apenas 18 anos, e o reforço Vinicius, ex-jogador do Bahia, foram os responsáveis por dar a vitória aos mandantes com gols no segundo tempo. A equipe titular foi poupada em função da proximidade do duelo contra o Defensor, pela Copa Libertadores.

Com a vitória, o Atlético chega, ainda que provisoriamente, à liderança do Campeonato Mineiro. A equipe do técnico Levir Culpi soma 16 pontos – dois a mais que América e Cruzeiro, que se enfrentam neste domingo, no Horto. Ou seja: empate no clássico a primeira posição seja mantida. Qualquer outro resultado faz com que o time alvinegro caia para segundo.

 
O próximo jogo do Atlético é pela ida da terceira fase da Libertadores. A partir de 21h30 da próxima quarta-feira, a equipe visita o Defensor, no estádio Luis Franzini, em Montevidéu, capital uruguaia.
 
Pela oitava rodada do Estadual, o Atlético volta a campo no próximo domingo, 24 de fevereiro. No Independência, o time alvinegro recebe o Villa Nova, a partir das 17h. No dia anterior, o Tupi encara o Patrocinense, às 15h30, no Estádio Municipal de Juiz de Fora.
 
Posse de bola, mas sem gols
 
Em menos de 15 minutos, o Atlético já tinha trocado mais de 100 passes certos. Pouco a pouco, a posse de bola dos donos da casa – que beirava os 70% – se tornava em ameaças ao gol defendido por Vilar.
 
Aos 11’, Maicon Bolt recebeu belíssimo passe de Alerrandro, arrancou pela ponta direita e finalizou sem ângulo. A bola bateu na trave e no travessão antes de sair. Apenas quatro minutos depois, outro avanço pelos lados. Dessa vez o esquerdo. Carlos César puxou para o meio, invadiu a área e chutou. Após desvio na zaga, a bola voltou a resvalar no travessão.
 
Daí em diante, a frequência com que os donos da casa chegavam com perigo diminuiu. Fechado defensivamente, o Tupi avançava com poucos jogadores e até conseguiu finalizar cinco vezes na etapa inicial. Todas foram para fora.
 
Apesar de ter mais a bola, o Atlético não conseguia invadir a área rival. Por isso, o jeito foi arriscar de fora. O volante Zé Welison e o meia Vinicius assustaram o goleiro Pilar, mas o 0 a 0 seguiu no placar.
 
Vitória confirmada

Logo no primeiro lance da etapa final, David Terans entrou na área e finalizou firme, de esquerda. O chute desviou na zaga e parou em grande defesa de Vilar. Pouco depois, foi a vez de Vinicius testar o goleiro do Tupi, que pegou com segurança.
 
A insistência atleticana fez efeito aos 5’. Maicon Bolt deu bela assistência para Alerrandro, que, já dentro da área, finalizou cruzado. O goleiro Pilar até encostou na bola, mas não a impediu de parar no fundo das redes: 1 a 0 
 
À frente no placar, o Atlético continuou no campo de ataque. Pouco depois do gol, Vinicius – duas vezes – e Alerrandro tiveram chances de ampliar a vantagem, mas não conseguiram.
 
Depois de muito insistir, o ex-meia do Bahia fez o primeiro dele com a camisa alvinegra. O lateral-direito Guga o encontrou livre, na entrada da área. Vinicius bateu forte e ampliou a vantagem: 2 a 0
 
Com substituições ousadas, o técnico Gerson Evaristo tentou mudar os rumos da partida. Hugo Regelli e Saulo, entretanto, foram pouco decisivos, e o placar seguiu o mesmo até o final da partida.
 
ATLÉTICO 2 X 0 TUPI
 
Atlético
Cleiton; Guga, Leonardo Silva, Iago Maidana e Carlos César (Hulk, aos 39’ do 2ºT); José Welison e Lucas Cândido; Maicon Bolt, Vinicius e David Terans (Daniel Penha, aos 37’ do 2ºT); Alerrandro (Nathan, aos 42′ do 2ºT)
Técnico: Levir Culpi
 
Tupi
Vilar; Afonso, Thiago, Aislan e Léo Felipe; Diego, Baiano (Hugo Ragelli, aos 28’ do 2ºT), Max Carrasco e Eduardo Nardini (Saulo, aos 12’ do 2ºT); Gabriel (Breno, aos 37’ do 2ºT) e Romarinho
Técnico: Gerson Evaristo
 
Gol: Alerrandro, aos 5’, e Vinicius, aos 36’ do 2ºT (ATL)
Cartões amarelos: Leonardo Silva, aos 31’ do 2ºT (ATL); Afonso, aos 33’ do 1ºT (TUP)

Público: 9.491 torcedores
Renda: R$ 65.944,00

 
Motivo: sétima rodada da fase inicial do Campeonato Mineiro
Data e horário: sábado, 16 de fevereiro de 2019, às 19h (de Brasília)
Local: Independência, em Belo Horizonte
 
Árbitro: Antônio Márcio Teixeira da Silva
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Leandro Salvador da Silva
 
 
ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend