Esportes, Futebol

Com gol no início, Atlético bate Caldense, vence a 1ª fora de casa e quebra tabu de oito anos

Rádio Itatiaia

Em uma tarde de muito calor em Poços de Caldas, os reservas do Atlético conquistaram a primeira vitória do clube como visitante no Campeonato Mineiro 2019. Com gol no começo da partida, o time alvinegro bateu a Caldense por 1 a 0, neste sábado, no estádio Ronaldo Junqueira, pela sexta rodada do Estadual. Agora, o Galo volta as atenções para o duelo decisivo contra o Danubio-URU, na próxima terça-feira, no Independência, pela segunda fase da Copa Libertadores. 

Léo Silva foi o autor do gol da vitória atleticana aos quatro minutos de jogo. O zagueiro marcou de peixinho após aproveitar rebote do goleiro Omar, que espalmou para o meio da pequena área depois que Terans cobrou escanteio fechado e quase fez gol olímpico. Os dois times terminaram a partida com um jogador a menos. O Atlético perdeu o volante Jair, expulso aos 14 minutos do segundo tempo. Quatro minutos depois, Carlinhos também levou o cartão vermelho e deixou a Caldense com dez atletas em campo.

Foi a primeira vitória fora de casa do time alvinegro no Estadual. Até então, o Atlético acumulava uma derrota (1 a 0 para o Tombense, em Tombos) e um empate (1 a 1 com o Cruzeiro, no Mineirão).

Com a cabeça no duelo de volta da segunda fase da Copa Libertadores diante do Danubio-URU, na próxima terça-feira, às 19h15, no Independência, o Atlético mandou a campo uma formação completamente reserva na partida deste sábado e quebrou um tabu de oito anos. 

O Galo não vencia a Caldense em Poços desde 2011. No período, foram três jogos, com três derrotas. Em 2015, quando as duas equipes decidiram o título mineiro, o Atlético venceu por 2 a 1, mas a partida foi disputada no estádio Dilzon Melo, em Varginha.

Com o resultado, o Atlético assumiu a liderança provisória do Mineiro com 13 pontos, dois a mais que América e Cruzeiro, que ainda jogam na rodada. O Coelho entra em campo daqui a pouco, às 21h, no Independência, contra a URT. Já a Raposa joga neste domingo, às 17h, diante do Tupynambás, no Mineirão.

Por outro lado, a Caldense segue sem vencer no Estadual. Com quatro empates e duas derrotas, o time de Poços de Caldas ocupa a oitava colocação, com quatro pontos.

Na próxima rodada do Mineiro, o Atlético recebe o Tupi, sábado, às 19h, no Independência. Já a Caldense pega o Boa Esporte no domingo, às 11h, novamente no Ronaldo Junqueira, em Poços de Caldas.

O jogo

Apesar do forte calor em Poços de Caldas, o Atlético começou o jogo partindo para cima da Caldense e abriu o placar logo aos quatro minutos. Na cobrança de escanteio, Terans observou o goleiro Omar adiantado e bateu fechado tentando o gol olímpico. O camisa 1 da Caldense conseguiu voltar a tempo e espalmou para o meio da área. No rebote, Léo Silva chegou de peixinho mandando para o fundo das redes. 

Depois de marcar o gol, o Atlético diminuiu o ritmo e abriu chance para a Caldense chegar com perigo. E o time da casa desperdiçou uma ótima oportunidade para empatar aos 26 minutos. Carlinhos foi lançado em velocidade, invadiu a área sem marcação, mas na hora de finalizar pegou mal na bola que saiu pela linha de fundo.

A Veterana seguiu no ataque e criou mais chances, mas esbarrou em boa atuação do goleiro Cleiton. Primeiro, o reserva de Victor na meta atleticana caiu no canto para defender uma cabeçada de Renato Silveira. Depois, o arqueiro alvinegro salvou o Galo de sofrer o empate. Após rápido contra-ataque, Felipe Baiano recebeu livre na área e bateu no canto, mas Cleiton defendeu com a perna direita.

Destaque do Atlético na partida, o uruguaio Terans foi o responsável por tirar o Atlético do sufoco em bela cobrança de falta que o goleiro Omar saltou no ângulo para salvar a Caldense.

O calor parece ter esquentado a cabeça dos atletas em campo. Em disputa de bola, Jair deixou a mão no rosto de Edu Pina. Como já tinha cartão amarelo, o volante do Atlético levou a segunda advertência e foi expulso aos 14 minutos da etapa final.

Mas a Caldense não conseguiu aproveitar o fato de ter um jogador a mais em campo e, quatro minutos depois, também teve um atleta expulso. Carlinhos chegou forte em Maidana, pegando o tornozelo do zagueiro do Atlético. O árbitro Igor Júnio Benevenuto não teve dúvida e mostrou o cartão vermelho direto para o lateral da Veterana.

Mesmo com dois jogadores a menos em campo, os dois times não mostravam qualidade para atacar e o ritmo da partida caiu em boa parte do segundo tempo.

Contudo, na reta final as duas equipes se animaram e criaram ótimas chances para balançar as redes. Em dois chutes de longe, o Atlético quase ampliou. Um com Carlos César, aos 38 minutos, e outro com Leandrinho, aos 42. Mas o goleiro Omar fez lindas defesas salvando a Caldense, que respondeu com Tiaguinho aos 44. O meia desviou de cabeça um cruzamento a meia altura e a bola passou raspando a trave.

Caldense 0 x 1 Atlético

Caldense: Omar; Lazarini, Rodolfo, Renato Silveira e Edu Pina; Jean (Tiaguinho), Renan, Felipe Baiano, Carlinhos e Judson (Lorran); Reginaldo. Técnico: Zezito

Atlético: Cleiton; Guga, Léo Silva, Maidana e Carlos César; Lucas Cândido, Jair, Vinícius e Terans (Daniel Penha); Alessandro Vinícius (Leandrinho) e Alerrandro (Nathan). Técnico: Levir Culpi

Motivo: 6ª rodada do Campeonato Mineiro
Data: 9 de fevereiro de 2019, sábado, às 16h30
Local: Estádio Ronaldo Junqueira, em Poços de Caldas (MG)

Gol: Léo Silva (4’/1º)

Cartão Amarelo: Jean, Renan, Felipe Baiano (Caldense); Vinícius, Jair, Léo Silva, Lucas Cândido (Atlético)

Cartão Vermelho: Jair (Atlético); Carlinhos (Caldense)

Árbitro: Igor Júnio Benevenuto
Auxiliares: Sidmar dos Santos Meurer / Marconi Helbert Vieira

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend