Minas Gerais, Polícia

Motorista de ônibus é preso suspeito de esfaquear jovem que não quis pagar passagem em BH

* Do G1 MG
Foto: reprodução/G1

Um motorista de ônibus que dirigia um coletivo que faz a linha 4201 (Alto Caiçara/Nova Cintra) foi preso sob a suspeita de ter esfaqueado um passageiro, na madrugada desta quinta-feira (24), no bairro Caiçara, na Região Noroeste de Belo Horizonte.[pro_ad_display_adzone id=”44899″ align=”right”]

O condutor disse à Polícia Militar (PM) que um casal pulou a catraca e puxou a alavanca de emergência da janela para descer. Então, ele também desceu do veículo e atacou o homem na barriga.

De acordo com a polícia, Gabriel Augusto de Oliveira, de 20 anos, ficou caído na rua, ao lado da calçada. A namorada, de 16, tentava estancar o sangue do rapaz e pediu ajuda aos militares. “Gente, pelo amor de Deus, vocês têm compressa, por favor? Vocês têm compressa, coloca aqui. Eu fiz do meu short”.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas, por causa do sangramento, os policiais resolveram socorrer a vítima. O rapaz foi colocado no carro pelos próprios militares, com a ajuda da adolescente.

Um homem viu o momento em que Gabriel foi esfaqueado. Ele disse que não conhecia o casal, mas que pegou o ônibus junto com os dois, na Avenida Afonso Pena, no Centro. “Eu passei a roleta junto com meu amigo que também estava comigo. Eu sentei. O casal ficou na frente, na parte da frente da roleta”.

Uma placa dentro do coletivo informa que desembarcar pela porta da frente sem pagar passagem é crime. E a confusão teria começado justamente por isso. A briga foi em um ponto da Rua Frei Orlando, no bairro Caiçara.

“Quando a menina pediu para abrir na frente, né, eles insistiram e tal, falaram que não tinham dinheiro e tal. A menina foi e, e, e… aí nisso que eles tiveram a inciativa de pular, porque provavelmente não tinham dinheiro mesmo para pagar. Então o menino foi e pulou a roleta e a menina também pulou. Aí o motorista brigou, gritou com eles, falou que não queria, que era para eles voltarem que se não ele ia para lá, disse a testemunha”.

A testemunha ainda contou à polícia que o casal conseguiu sair pela janela de emergência do ônibus. O motorista então desceu do coletivo e foi atrás dos jovens. Já na rua, ele teria discutido com o rapaz, que foi esfaqueado logo em seguida.

“Meio que brigaram, assim, deram socos, assim. Aí essa parte eu estava dentro do ônibus, então não consegui ver direito, mas aí ele já tinha tirado a faca e já tinha dado uma facada, não sei, ou duas”.

Depois do crime, o motorista teria voltado para o ônibus e seguido viagem normalmente. “Ele guardou a faca no bolso e aí continuou a viagem. Parece que a blusa dele estava suja de sangue, não sei, alguma coisa assim”.

A capa da faca foi abandonada na rua. O motorista, Pedro Henrique Mendes dos Santos, de 29 anos, foi encontrado perto do ponto final da linha.

Ele foi preso e levado para a Central de Flagrantes (Ceflan) da Polícia Civil, no bairro Alípio de Melo, na Região da Pampulha.

De acordo com a PM, o homem disse que usou a faca para tentar inibir o passageiro e que, durante a briga, acabou atingindo o rapaz.

Gabriel foi levado para o Hospital Odilon Behrens, onde foi internado com cortes na barriga. Em depoimento, a namorada dele disse que também foi agredida pelo motorista.

O sindicato das empresas de ônibus de Belo Horizonte disse que vai aguardar as investigações sobre o caso para se posicionar.

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend