Mundo, Política

Ex-magistrado, crítico de Maduro, deserta e vai para os EUA

Agência Minas

O ex-magistrado Christian Zerpa desertou da Venezuela para os Estados Unidos. Ele pertencia ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ) e era crítico do governo do presidente Nicolás Maduro. Zerpa é acusado pela Justiça de assédio sexual, atos lascivos e violência psicológica. 

O presidente do STJ, Maikel Moreno, disse que Zerpa deixou a Venezuela para tentar escapar do julgamento. Porém, nos Estados Unidos, o ex-magistrado afirmou que fugiu por discordar da reeleição da Maduro, que toma posse no próximo dia 10, e que, como ele, há vários juízes.

De acordo com Moreno, Zerpa estava sob investigação desde 23 de novembro do ano passado. Moreno disse que a apuração começou no Conselho do Supremo Tribunal, que encaminhou a ação para o Conselho Moral Republicano.

Moreno disse que Zerpa fugiu da Venezuela usando sua prerrogativa constitucional para evitar o julgamento.

*Com informações da AVN, agência estatal de notícias da Venezuela

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend