Gabriela Souza

Gabriela Martins Souza – Dieta Paleolítica ou Dieta Paleo

- O que é? O que é permitido ou não!? Qual o parecer da comunidade cientifica - Indicações x Efeitos 

Assim como outros assuntos já tratados aqui, não é um assunto novo na comunidade cientifica, porém tem suas temporadas de alto sucesso. A Dieta Paleo vem sendo escrita e amplamente divulgada desde a década de 70. Por definição, como o próprio nome sugere… é uma alimentação baseada na era Paleolítica, período da pré-história que começou há cerca de 2,5 milhões de anos, quando os antepassados do Homem começaram a produzir os primeiros artefatos em pedra lascada inicio e assim aprimorar suas habilidades de caça (esforço físico) e alimentação: plantas selvagens, carne, peixe e ovos. 

Os adeptos dessa dieta, defendem que mais que uma dieta é uma mudança total de comportamento alimentar. Seguem rigorosamente padrões estipulados para o período, como o jejum, pressuposto que naquela época os humanos não tinham a disponibilidade de sair de suas cavernas e simplesmente comer o que queriam…. era necessário caçar a própria comida, prepara-la e então comer ou então esperar o momento adequado de colheita de frutas e leguminosas. Haja visto a evolução humana não precisamos mais caçar a própria comida e substituímos todo o esforço de caçada nas academias ou atividades físicas de esforço como o Crossfit, dentre outras:

Como preestipulado para o período só é permitido: basicamente o que o homem era capaz de caçar ou coletar nessa época: carnes, frutos do mar, frutas e verduras, nozes e sementes, túberculos.

A comunidade está dividida, há cientistas que pregam que devido a evolução não precisamos nos sujeitar a tais processos, pois assim como a espécie evoluiu nossas necessidades também mudaram o que torna a conduta extremista e pouco coerente. Outros aprofundam que devido as bases do DNA não se alterarem (nosso DNA é o mesmo dos nossos antepassados), nossas necessidades alimentares permanecem as mesmas dos período paleolítico. A chave dessa dieta e de todas as outras é o equilíbrio, e a relação de bem estar entre conduta e individuo. plantas selvagens, carne, peixe e ovos se consumidos de acordo com sua necessidade não fazem mal, porém o extremismo na compensação física podem trazer transtornos lesionais além da constante insatisfação e isso não é saudável.

Indicações: Qualquer pessoa que se identifique com a filosofia alimentar proposta, que não tenha restrições alimentares aos alimentos permitidos, e tenha persistência e controle emocional. Essa dieta exige muito controle emocional, tende no seu inicio proporcionar grandes mudanças e restrições sociais e isso exige mais psicológico que disciplina. Efeitos: Causa perda de peso, mas não necessariamente esta restrita a quem quer perder, alguns efeitos na fase de adaptação: alteração do ciclo do sono, humor, fome, cascata de insulina, e lesões por parte de atividades e ingestão sem acompanhamento, dentre outras ainda em fase de estudos observacionais. 

Lembrando que todo protocolo alimentar e de atividade física deve ser acompanhando por um profissional habilitado.

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend