Meio Ambiente, Minas Gerais

MEIO AMBIENTE – Vale é multada em R$438 mil por poluição do rio Santa Bárbara em São Gonçalo do Rio Abaixo

* Informações do Bom Dia OnLine
Foto: reprodução/Bom Dia Online

A Polícia Militar de Meio Ambiente de Barão Cocais, cidade a 65km de Itabira, multou a mineradora  Vale em R$438.939,00 por degradação ambiental e poluição de recursos hídricos na região da mina de Brucutu, em São Gonçalo do Rio Abaixo. O flagrante ocorreu durante uma fiscalização realizada na área, quando os policiais perceberam uma colaboração diferente em um dos afluentes do rio Santa Bárbara.

O relatório de atividade 2018-043460815-001, registrado pela PM de Meio Ambiente, cita que durante patrulhamento preventivo na estrada de acesso à represa de Peti, os policiais perceberam que o afluente que sai da barragem Sul da Vale e deságua no rio Santa Bárbara estava com uma cor “muito alterada”.

“Devido à forte coloração fora do normal resolvermos percorrer o afluente indo em direção à barragem Sul e lá constatamos que o vertedouro da represa estava transbordando e uma grande quantidade de partículas visíveis a olho nu causava forte coloração e estava sendo carreada com as águas, causando a degradação ao meio ambiente”, explicou o sargento Eduardo Pereira da Silva, da PM de Meio Ambiente.

Ainda segundo o relatório da PM, no primeiro ponto a ser fiscalizado na barragem Sul – local de coordenadas geográficas 19º52`53” e 43º23`4” – foi verificado que “a coloração da água estava bem turva saindo diretamente do vertedouro”.

No segundo ponto vistoriado pelos policiais pelos policiais – coordenadas 19º52`58” e 43º22`53” – o relatório cita que o local de saída de água da barragem através do filtro estava normal, diferente da água que era lançada no afluente abaixo da barragem.

Em um terceiro ponto fiscalizado, no encontro da afluente com o rio Santa Bárbara, os policiais constataram que “a degradação era visível”.

Nesse trecho, de difícil acesso, os PMs registraram, em fotos e vídeos, que a degradação estava visível, “através do carreamento de material que causava um contraste nas águas” – coordenadas 19º52`57” e 43º22`25”. Outros pontos ao longo do rio Santa Bárbara também foram fotografados pelos policias de Meio Ambiente.

O Sargento Eduardo da Silva afirmou que os responsáveis técnicos pela barragem Sul foram notificados a comparecer ao quartel da PM de Meio Ambiente, em Barão de Cocais.

Representantes da Vale teriam admitido saber do incidente, mas disseram que não comunicaram ao Núcleo de Emergência Ambiental (NEA) por considerar que se tratava de uma “situação normal”.

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend