EDUCAÇÃO – Carteiras escolares inutilizadas são recuperadas pela Prefeitura

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 188 Visualizações

Há quase um mês, a Secretaria Municipal de Educação (SME) adotou o processo de reduzir, reciclar e reutilizar. Os “Rs” da sustentabilidade estão aplicados na recuperação de carteiras e cadeiras escolares estragadas. O objetivo, segundo José Gonçalves Moreira, responsável pela pasta, é criar um depósito de mobiliário reformado para atender a cidade. “Vamos recuperar o máximo possível e esse estoque, inclusive, poderá servir também as associações e entidades, caso precisem, assim como socorrer as escolas estaduais”.

[pro_ad_display_adzone id=”44899″ align=”left”]De acordo com o secretário, o material estava “praticamente jogado no lixo” na Escola Municipal Ester Pereira Guerra, no bairro Gabiroba. “Nós recolhemos todas essas carteiras e levamos para a Escola Municipal Inês Torres (bairro Juca Rosa), onde fizemos um balcão para executar os serviços e abrigá-las”. José Gonçalves contou ainda que os trabalhos são realizados por dois funcionários do departamento de manutenção da SME deslocados exclusivamente para esta função. Já o custo com materiais – tinta, madeira, verniz e outros produtos – está dentro dos pregões da Prefeitura.

 Até o momento cerca de 150 carteiras foram revitalizadas e a nova prática adotada pela Secretaria de Educação não tem prazo para terminar. “Continuamos com a triagem e o recolhimento do mobiliário descartado. É um processo de reciclagem de baixo custo, pelo qual estamos recuperando um bom material e dando uma sobrevida muito grande para eles. Além disso, ajudando o planeta e economizando o dinheiro público”, finalizou o secretário José Gonçalves.

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *