Esportes, Lutas

Acabou a espera: UFC anuncia luta Khabib x McGregor pelo título

Irlandês, ex-campeão, tentará reaver o cinturão contra o atual dono
A espera terminou: foi a frase usada pelo UFC para divulgar e promover o aguardado duelo nas redes | Reprodução UFC

 

Superesportes

O mistério sobre a volta de Conor McGregor ao octógono foi longo, mas teve um desfecho nesta sexta-feira. O Ultimate Fighting Championship anunciou o duelo entre o irlandês e o campeão peso leve, Khabib Nurmagomedov, para o UFC 229, marcado para 6 de outubro, em Las Vegas. Será a primeira defesa de cinturão do russo, justamente diante do antigo dono do título linear. Os dois são grandes desafetos e vêm trocando farpas pelas mídias, o que aumenta a expectativa do combate.

Conor McGregor assumiu o primeiro lugar no ranking peso leve, abaixo apenas do campeão, que fica no topo, acima dos demais. Foi um indício de que o Notorious seria mesmo anunciado como desafiante do russo na luta de retorno ao UFC. O irlandês era o antigo campeão da divisão e teve o cinturão retirado por causa do longo tempo de afastamento. Ele não pisa no octógono desde novembro de 2016, quando nocauteou Eddie Alvarez no Madison Square Garden, em Nova York, e faturou o título.
 
McGregor, que já conquistara o cinturão dos penas ao desbancar José Aldo, não pôde permanecer com os dois títulos ao mesmo tempo e abriu mão do primeiro. Depois de conquistar a cinta dos leves contra Eddie Alvarez, o Notorious deu uma pausa no octógono e enfrentou Floyd Mayweather em superluta de boxe, em agosto do ano passado, em Las Vegas. A ausência custou ao irlandês o posto de campeão da categoria até 70kg. 
 
Nurmagomedov, por outro lado, aproveitou o ‘sumiço’ de McGregor para chegar ao cinturão. O russo bateu Al Iaquinta no UFC 223, em abril deste ano, e faturou o título da divisão. Na ocasião, o Eagle teve dois adversários trocados: Tony Ferguson, então campeão interino, se lesionou; Max Holloway, que seria o substituto, não foi liberado pela comissão atlética local; a chance caiu no colo de Iaquinta, que acabou batido por decisão unânime.
 
O UFC 223 ficou marcado ainda por uma confusão fora do octógono, protagonizada por McGregor e integrantes de sua equipe. O grupo cercou ônibus que levava atletas da organização, depois do Media Day no Brooklyn, e atacou o veículo, atingindo alguns lutadores. O irlandês enfrentou audiência na Justiça de Nova York, fez acordo para evitar prisão e veto de entrada nos EUA, e foi liberado para lutar no país. 
ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend