Boca Livre abre neste final de semana o 44° Festival de Inverno de Itabira

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 204 Visualizações

Boca Livre fará o show de abertura – Foto: divulgação

Nos próximos dez dias Itabira, terra natal do poeta Carlos Drummond de Andrade, estará em festa, com a realização do maior festival cultural da cidade.

Com o tema “Movimentos”! o 44° Festival de Inverno de Itabira, começa nesta sexta-feira (20). A temática da edição 2018, parte da percepção do fazer cultural como mecanismo capaz de despertar, mover, mobilizar, instigar, inspirar, provocar, impactar e desencadear respostas dos espectadores da arte.

A programação do festival mais esperado do ano, realizado pela Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), terá a participação do cantor e compositor Alceu Valença, que se apresentará na Concha Acústica, no Pico do Amor, no dia 29, encerrando o festival. A entrada será trocada por 1 litro de leite por pessoa dois dias antes do show.

A programação ainda conta com apresentação da Cia Mimulus de Dança, que se apresenta hoje (20), primeiro dia do festival. No sábado, dia 21, acontecerá o show de abertura com a banda Boca Livre, na concha acústica do Pico do Amor, bairro Campestre.

Das 21 oficinas se destacam o artesanato, artes cênicas e culinárias, com 405 vagas. Entre outras atrações o Festival de Inverno de Itabira oferecerá também intervenções circenses, teatro infantil e contações de histórias nas praças, e música em igrejas.

A programação do Festival de Inverno de Itabira segue durante toda a semana. Os dias e horários das atrações podem ser conferidas no site www.fccda.com.br.

PROGRAMAÇÃO FIM DE SEMANA

SEXTA – DIA 20

Cia Mimulus – Pretérito Imperfeito

Na sexta-feira, 20, a programação se inicia com a exposição “Testemunha da Experiência Humana”, que lança um olhar sobre a vida e obra do poeta e cronista itabirano Carlos Drummond de Andrade. A mostra é uma parceria entre a Fundação Banco do Brasil, Petrobrás e Associação de Amigos da Casa Rui Barbosa e poderá ser conferida de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, na Galeria da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA).

Mais tarde, às 20h, a Cia. Mimulus de Dança sobe ao palco do Teatro da FCCDA para o espetáculo “Pretérito Imperfeito”. A performance, que faz alusão ao tempo verbal, busca enfatizar a ideia de que as lembranças do passado se reverberam no presente. Para assistir a apresentação é necessário trocar os ingressos no Centro Cultural, das 8h às 18h, por um livro infantil ou infanto-juvenil. A classificação é livre.

SÁBADO – DIA 21

Boca Livre – Frederico Mendes

No sábado, 21, a programação é mais extensa. A Fazenda do Pontal recebe a exposição “Raízes Afro-Mineiras – Tambores no Mundo e o Congado de Itabira”, que tem curadoria de Mônica Jorge, Stael Azevedo e Simão Kursseldorf. A mostra, que tem entrada gratuita, fica aberta ao público até o dia 31 de agosto e pode ser conferida de terça a sexta-feira, das 8h às 18h, e sábados e domingos, das 10h30 às 16h30.

No bairro Pedreira do Instituto, às 17h, será a vez do cinema. A primeira exibição será do curta-metragem “Parcialmente Nublado”, do diretor Peter Soln, que retrata Gus, uma nuvem cinza, solitária e insegura que é mestre em criar bebês perigosos, como crocodilos e animais com chifres, que dão trabalho à cegonha Peck.

Em seguida, o público assistirá a animação ganhadora do Oscar “Viva, a Vida é uma Festa”, do diretor Lee Unkrich, que conta a história de Miguel, um menino de 12 anos que sonha em ser um músico famoso, mas enfrenta a resistência da sua família.

Aproveitando as festividades juninas, o Parque da Água Santa, no Centro da cidade, recebe, às 18h, o Campeonato de Quadrilha “Jovens em Ação”.

Fechando o sábado, a Concha Acústica sedia a abertura oficial do Festival de Inverno de Itabira. A festa começa às 19h, com a apresentação do música Saulo, que recebe uma série de convidados. Logo depois, a Equipe Mineira de Ginástica Rítmica mostra toda a sua desenvoltura ao misturar esporte, dança e música.

Mais tarde, às 20h30, o violonista espanhol Júlio Ramirez, que tocou com Paco de Lucia, e o Grupo Latinamérica apresentam um repertório com flamenco, bolero, salsa e outros ritmos. A noite será encerrada com o show “Viola de Bem-Querer – Boca Livre 40 Anos”, que traz aos palcos itabiranos a icônica banda brasileira, dona de uma assinatura única no cancioneiro nacional. Os ingressos para a abertura oficial do Festival de Inverno devem ser retirados no Centro Cultural.

DOMINGO – DIA 22

O Fantástico Circo de Papel – Divulgação

Para fechar o primeiro final de semana, o Memorial Carlos Drummond de Andrade recebe no domingo, 22, uma programação que promete agradar pais e filhos. As atividades começam às 9h, com uma intervenção com bolhas de sabão gigantes, e segue com contação de história (“Floresta Encantada”) e a Ocupação Altamente, que trará uma tarde de vivência musical, performances circenses, jogos de improvisação, dentre outras brincadeiras.

Com duas sessões, às 15h e às 17h, o Teatro da FCCDA recebe o espetáculo infantil “O Fantástico Circo de Papel”. A peça conta a história do Apresentador Fiorini, que enfrentará as inimigas traças para proteger o Circo de Papel. Para assistir a apresentação é necessário trocar os ingressos no Centro Cultural por um livro infantil ou infanto-juvenil. A classificação é livre.

A Igreja do Rosário recebe a última atração do domingo. Às 18h, o Quarteto Musik, acompanhado pelo cravista Antônio Carlos Magalhães, a soprano Liliane Maciel e a mezzo-soprano Jennifer Imanish, apresenta a célebre peça do barroco italiano “Stabat Mater”, de Pergolesi.

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *