Esportes, Futebol

Atlético desembarca em terminal exclusivo e recebe escolta policial na volta a BH

Time foi eliminado da Copa do Brasil pela Chapecoense, nessa quarta-feira

A delegação do Atlético desembarcou no aeroporto internacional de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na tarde desta quinta-feira, após a eliminação nas oitavas de final da Copa do Brasil pela Chapecoense. Jogadores e comissão técnica passaram por um termial exclusivo e receberam forte escolta policial até a Cidade do Galo, onde foram liberados para descanso.

Ao contrário do que ocorreu após o empate por 2 a 2 com o Ferroviário-CE, pelo mesmo torneio, não houve protestos de torcedores no aeroporto durante o desembarque. Na ocasião, atleticanos gritaram palavras de ordem e cercaram jogadores. A Polícia Militar usou spray de pimenta e cacetetes durante a confusão.

Poucos dias depois do ocorrido, Atlético e BH Airport definiram que embarque e desembarque da delegação alvinegra ocorreriam em um terminal exclusivo “com o intuito de contribuir para uma melhor operação aeroportuária”.

Torcedores protestaram ainda na noite dessa quarta-feira, horas após a eliminação nas oitavas de final da Copa do Brasil. Na Arena Condá, em Chapecó, Atlético e Chapecoense empataram sem gols. Nas penalidades máximas, melhor para os donos da casa: 4 a 3 e classificação garantida.

Como forma de protesto, atleticanos picharam a sede do clube, em Lourdes, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. As frases “Acabou a paz” e “Onde os fracos não têm vez” foram apagadas das vitrines por funcionários pouco tempo depois. (Superesportes)

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *