NO MINEIRÃO – Presente azul para as mães: Cruzeiro vence o Sport e sobe na tabela

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 91 Visualizações

O dia das mamães cruzeirenses começou ainda mais azul. O Cruzeiro jogou bem e venceu o Sport por 2 a 0, neste domingo, no Mineirão, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados pelo zagueiro Dedé, no primeiro tempo, e pelo armador Arrascaeta, na etapa final.  

Com o resultado, o Cruzeiro foi a 7 pontos. O Sport, por sua vez, teve uma boa sequência interrompida, já que vinha de vitórias contra Paraná (2 a 1) e Bahia (2 a 0). 

Agora, a Raposa começa a pensar na Copa do Brasil. O time celeste vai ao Paraná, onde enfrenta o Atlético-PR, na próxima quarta-feira, às 21h45, na Arena da Baixada, pelas oitavas de final. O jogo de volta só ocorre em julho, depois da Copa do Mundo.

Antes da partida, o Cruzeiro fez várias homenagens para as mães. Uma delas foi a presença da genitora de Lucas Silva entre os fotógrafos para registrar a partida.

Dedé abre o placar

O jogo começou movimentado. Logo no primeiro lance, o Cruzeiro assustou o Sport. De fora da área, Robinho chutou, a bola sobrou para Sassá marcar, mas ele errou a finalização. De forma incorreta, o árbitro marcou impedimento. Em seguida, o time pernambucano respondeu com Rogério. Ele recebeu em boas condições na frente de Fábio, mas o goleiro celeste fez uma boa defesa.

A partida seguiu com o Cruzeiro propondo o jogo e o Sport se defendendo. Em grande parte do primeiro tempo, o time pernambucano ficou com a maioria dos jogadores atrás da linha da bola. Mas o Leão saia bem nos contra-ataques, em  especial pelo lado esquerdo. 

Em busca do gol, a Raposa chegou a ter mais de 60% de posse de bola. Contudo, o time celeste enfrentou dificuldade no ataque por causa da estratégia do Sport. 

O Cruzeiro reclamou de um gol anulado aos 34 minutos. Egídio cruzou e achou Sassá livre. O atacante só empurrou a bola para o gol. Na imagem da TV, parece que um defensor do time pernambucano dá condição de jogo ao cruzeirense.

O gol demorou, mas saiu. Aos 46 minutos, o zagueiro Dedé, que chegou a sentir uma dor na perna depois de um choque com Leo, abriu o placar. Ele recebeu cruzamento de Arrascaeta, ganhou da marcação e cabeceou com estilo: 1 a 0.

Arrascaeta amplia resultado

No segundo tempo, mesmo à frente no placar, o Cruzeiro seguiu pressionando. Aos 3, Arrascaeta fez boa jogada pela esquerda, cruzou para Sassá, mas a bola passou alguns centímetros da chuteira do atacante celeste.

O segundo gol saiu aos 10 minutos. E foi uma pintura de Arrascaeta. O uruguaio recuperou uma bola que parecia perdida e acertou um belo chute no ângulo: 2 a 0. O gol dá ainda mais moral ao uruguaio, que vive a expectativa de ser convocado para a Copa do Mundo.

Na etapa final, os jogadores caíram de rendimento por causa do forte sol. O Cruzeiro também administrou o resultado, trabalhando a bola e se precavendo dos ataques do Sport.

O jogo serviu para Mano Menezes testar mais uma vez o armador Robinho jogando centralizado. Ele, contudo, teve uma atuação abaixo de seus companheiros de meio-campo. Arrascaeta e Rafinha foram mais produtivos em campo.

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *