Papa lamenta tiroteio que matou 17 em escola da Flórida ‘atos insensatos de violência

 113 Visualizações

O papa Francisco enviou nesta quinta-feira (15) um telegrama ao arcebispo de Miami, monsenhor Thomas Gerard Wenski, por meio do qual lamenta o tiroteio ocorrido em uma escola de Parkland, nos Estados Unidos.

A mensagem, assinada pelo secretário de Estado, cardeal Pietro Parolin, afirma que Francisco “está profundamente triste ao ser saber sobre o tiroteio” e que tem a “esperança de que tais atos insensatos de violência possam cessar”.

“Ele assegura a todas as pessoas atingidas por esse ataque devastante sua proximidade espiritual, reza a Deus onipresente que possa conceder o repouso eterno aos mortos, a cura e a consolação dos feridos e aflitos.

O papa Francisco invoca sobre todos vocês as bençãos divinas da paz e da força”, diz o documento sobre o tiroteio na Marjory Stoneman Douglas High School.

O tiroteio, cometido por um ex-aluno identificado como Nikolas Cruz,deixou ao menos 17 mortos e 14 feridos – sendo que seis estão em estado grave. 

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.