TENSÃO – Bandidos assaltam ônibus e atiram contra carros no Pedreira

 131 Visualizações

O número de vítimas de assaltantes que vem atuando na rodovia MG-120, estrada que liga Itabira e Santa Maria de Itabira, aumenta assustadoramente a cada dia, a cada noite.

Nesta quarta-feira (31), por volta das 22h30, os criminosos voltaram para a rodovia, próximo a uma subestação da CEMIG – Companhia Energética de Minas Gerais – , promoveram um “arrastão” e cercaram um ônibus do transporte público com cerca de 15 passageiros do bairro Pedreira do Instituto, e ao mesmo tempo, atiraram e tentaram assaltar outros dois carros, ambos de passeio. Em um dos carros atingido pelos tiros estava uma criança de apenas três anos. Por sorte ninguém se feriu. 

De acordo com as vítimas os bandidos se dividiram nas ações. Enquanto alguns invadiam o ônibus e assaltavam os passageiros, outros tentavam parar outros veículos que também passavam pelo trecho. Dentro do ônibus estavam vários moradores do bairro Pedreira. Segundo as vítimas do ônibus, cerca de cinco criminosos obrigaram o motorista a parar o ônibus, invadiram o coletivo, apontaram armas para o motorista que recebeu ordem para desligar o veículo e apagar os faróis. As vítimas perderam dinheiro, bolsas, aparelhos celulares entre outros pertences. 

De pé no meio da rodovia, pelo menos outros dois membros da quadrilha tentaram assaltar outros dois motoristas. Ao notar a ação dos criminosos o primeiro motorista acelerou o carro, quando um dos bandidos bateu a arma, uma garrucha de fabricação caseira, no teto do carro. O vidro da porta do lado do passageiro estava aberto, e um pedaço da madeira da arma caiu dentro do carro. O segundo carro que seguia no momento pela rodovia, também foi alvo da quadrilha, mas o motorista que estava acompanhado de três passageiras, esposa, uma filha de dois anos e 10 meses, além de uma amiga da família, conseguiu escapar do cerco dos criminosos, mas pouco depois o seu carro foi atingido por cerca de seis tiros. A família voltava de uma igreja do bairro Pedreira e foram direto para a Delegacia de Polícia Civil, há cerca de 5km do local onde os criminosos atuavam. 

Policiais Militares rastrearam a região, na busca por suspeitos, mas ninguém foi preso.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.