Belo Horizonte tem terceira morte por febre amarela confirmada

 139 Visualizações

A terceira morte por febre amarela em Belo Horizonte foi confirmada no início da noite desta sexta-feira (26), pela prefeitura, após comprovação de exame laboratorial. O óbito ocorreu na última segunda-feira (22). Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a terceira vítima era homem, tinha 42 anos, era morador da região Oeste da capital e não tinha se vacinado. 

 A SMSA esclarece que a transmissão da doença, segundo investigação epidemiológica, foi em um sítio de um município da Região Metropolitana. Mas informou que, apesar disso, foram realizadas vistorias detalhadas para retirada de focos do mosquito Aedes aegypti em imóveis próximos à residência do morador, inclusive com aplicação de inseticida, além de busca ativa para identificar pessoas que ainda não se vacinaram. 

A Secretaria Municipal de Saúde alerta sobre a necessidade da vacinação principalmente para aqueles que vão para áreas sítios, chácaras e região de matas silvestres. A imunização deve ser feita dez dias de antecedência. Uma única dose é suficiente para garantir proteção para a toda a vida. 

Os 152 centros de saúde de Belo Horizonte estão abastecidos com a vacina contra a febre amarela, conforme informações da secretaria. A vacinação é feita de segunda a sexta, das 9 às 17 horas. 

Em Minas Gerais, desde o início do 2º período de monitoramento da febre amarela (julho/2017 a junho/2018), foram confirmados 47 casos, sendo que 25 evoluíram para óbito. Outros 99 casos continuam em investigação. Os números são do boletim divulgado na última terça (23).

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.