Brumadinho e Juiz de Fora confirmam mortes por febre amarela

 77 Visualizações

Mais duas pessoas morreram em Minas Gerais por causa da febre amarela, uma em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e outra em Juiz de Fora, na Zona da Mata. Com essas confirmações, o número de mortos pela doença pode chegar a 18 desde dezembro de 2017. 

Nesta segunda-feira (22), a Prefeitura de Brumadinho contabilizou a segunda morte em decorrência da doença. A morte foi durante a madrugada e o paciente, que não teve a idade divulgada, estava internado há uma semana no Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte, com o diagnóstico confirmado para a doença.

Ainda de acordo com o município, o homem era morador da zona rural de Aranha. Ainda há outros três casos em investigação a respeito de contaminação para a doença na cidade.

Zona da Mata

A Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora também confirmou, nesta segunda-feira (22), a morte de um paciente de 53 anos. O paciente era morador da zona rural de Belmiro Braga, na mesma região. Amostras de sangue do paciente foram encaminhadas para análise na Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte, e o resultado sairá nesta semana.

A unidade de saúde informou que o paciente havia sido transferido para o hospital para fazer um transplante de fígado na última sexta-feira (19), por causa de uma hepatite fulminante. “Ele faleceu nesta madrugada (22), por volta de 3h, antes de realizar o transplante. O procedimento ainda não havia sido realizado porque não tinha órgão disponível”, informou a unidade por meio de nota.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.