Premiado em 2017, volante Bruno Silva jogará em ‘função diferente’ no Cruzeiro

 100 Visualizações

Foto: Reprodução

Super Esporte

A grande contratação do Cruzeiro para 2018 foi o atacante Fred, mas o volante Bruno Silva também chega ao clube cercado de expectativas. Em 2017, quando atuou pelo Botafogo, ele ganhou os prêmios Craque do Brasileirão, organizado pela Confederação Brasileira de Futebol, e Troféu Mesa Redonda, da TV Gazeta. Na Série A do ano passado, o meio-campista disputou 34 partidas, marcou seis gols e deu cinco assistências. Já pela Libertadores, na qual o alvinegro alcançou as quartas de final (eliminado pelo campeão Grêmio), foram 13 jogos e um gol.

Os bons números chamaram a atenção do técnico Mano Menezes, que justificou os motivos que levaram a comissão técnica a solicitar à diretoria a contratação do jogador de 31 anos. Segundo o comandante, Bruno Silva possui características diferentes das dos demais colegas de posição e, desta forma, poderá atuar em outras funções se necessário.
 
“Penso que Bruno Silva foi um dos principais jogadores do futebol brasileiro no ano passado em sua função. Nós tínhamos algumas questões claras que precisávamos decidir, tínhamos de optar pela compra do Hudson ou não, mas tínhamos jogadores muito parecidos na função em termos de característica. Então era importante ter um jogador como ele (Bruno Silva), com força física, que joga de área a área e passa pela beirada do campo diferente de outros jogadores que temos”.
 
Mano Menezes confirmou que, no passado, já havia manifestado à direção celeste a intenção de ter Bruno Silva no grupo. Na opinião do treinador, o atleta apresenta o perfil ideal para disputar torneios difíceis como a Copa Libertadores da América, na qual o Cruzeiro estreará contra o Racing, dia 27 de fevereiro (terça-feira), às 21h30, na Argentina.
 
“Fui um dos que, no outro ano, já havia tentado viabilizar essa negociação, mas não foi possível. Acho importante a gente ter mais um jogador que disputou a Libertadores no ano passado, tem a experiência da competição e vem com a característica de disputa mais forte. Quero o time um pouquinho mais forte na disputa da Copa Libertadores de 2018. Vamos jogar uma competição tão importante como essa e tentamos reforçar o elenco com tais características”.
 

De acordo com Itair Machado, vice-presidente de futebol do Cruzeiro, o Botafogo receberá nesta quinta-feira os R$ 4 milhões referentes à venda de 40% dos direitos econômicos de Bruno Silva – além do atacante Roni. Já a Ponte Preta, detentora dos 60% restantes, negociaria 10% por R$ 1 milhão. Tal operação não foi confirmada pela presidência do clube paulista.

Carlinhos Sabiá, agente de Bruno Silva, disse à reportagem que jogador está na Toca da Raposa II aguardando a liberação do Botafogo para iniciar os treinamentos com o elenco do Cruzeiro.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.