BALANÇO DIVULGADO HOJE – Acidentes deixam 38 mortos e 410 feridos em rodovias mineiras durante o feriadão de Natal

 110 Visualizações

As estradas de Minas Gerais foram palco de 399 acidentes no feriado de Natal. Da meia-noite de sexta-feira (22) até as 23h59 de segunda-feira (25), 38 pessoas morreram e 410 ficaram feridas.

Somente nas rodovias estaduais, conforme a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), foram contabilizados 209 acidentes, que deixaram 24 mortos e 294 feridos. Nas rodovias federais que cortam o Estado, 14 pessoas perderam a vida em 90 acidentes que resultaram em 201 feridos.

Imprudência

Nas BRs sob jurisdição da PMRv foram fiscalizados 30.160 veículos e realizados 1.946 testes bafômetro, que resultaram na prisão de 29 motoristas embriagados. Além disso, foram recolhidas 130 CNHs, autuados 325 motoristas inabilitados, presas 72 pessoas por outros crimes e registradas 1.689 imagens captadas por radar.

Nas rodovias federais, a operação Natal registrou 2.047 atuações e 20 prisões no feriadão. Em relação às multas aplicadas, 3.384 ocorreram por excesso de velocidade e 457 por ultrapassagem em locais proibidos.

Alerta

Para que o feriado de Ano Novo não seja sangrento, alguns cuidados são fundamentais para evitar acidentes. Um deles é nunca dirigir sob efeito de álcool. Segundo o Ministério das Cidades, pesquisas comprovam que o consumo de bebida, mesmo em quantidade pequena, aumento o risco de acidentes, tanto para condutores como para pedestres.

Além de provocar a diminuição de funções indispensáveis à segurança ao volante, como a visão e os reflexos, o álcool diminui também a capacidade de discernimento, estando em geral associado a outros comportamentos de risco, como excesso de velocidade e a não utilização dos equipamentos de segurança.

Confira abaixo 11 recomendações da PRF para uma viagem segura:

– Planeje sua viagem e faça a revisão de seu veículo. É fundamental verificar a presença e o funcionamento de todos os equipamentos obrigatórios. Verifique também toda a documentação do veículo e do condutor;

– É obrigatório, em rodovias, o uso dos faróis baixos acesos, mesmo durante o dia. Isso aumenta a visibilidade aos demais condutores e principalmente aos pedestres, além de melhorar a percepção de distância aproximada;

– Em caso de chuva durante sua viagem, acione os limpadores de para-brisa, diminua a velocidade e aumente a distância em relação ao veículo que segue à sua frente. Evite estacionar no acostamento. Caso tenha que parar, procure um local seguro afastado da pista de rolamento;

– Respeite os limites de velocidade estabelecidos para a via e obedeça às placas de sinalização; onde não existir sinalização ou se esta estiver prejudicada, mantenha a velocidade compatível com as condições da via. Quanto maior é a velocidade, maior é o risco e mais graves serão os acidentes;

– O condutor e todos os passageiros do veículo devem utilizar o cinto de segurança. Crianças menores de 7 anos e meio de idade devem utilizar o equipamento obrigatório compatível (bebê conforto, cadeirinha e/ou assento de elevação). Em caso de autuação o condutor será penalizado e o veículo ficará retido até a regularização da infração;

– Ultrapasse sempre pela esquerda somente em locais permitidos e principalmente onde haja todas as condições necessárias para execução da manobra com segurança. Antes de iniciar uma ultrapassagem, certifique-se da distância e da visibilidade do veículo que pretende ultrapassar e dos que vêm em sentido contrário. Se outro veículo o estiver ultrapassando ou tiver sinalizado a intenção de fazê-lo, dê a preferência e aguarde a sua vez, não acelere, não mude a trajetória do veículo e mantenha distância segura do veículo à frente. Sinalize toda a manobra com antecedência; – Redobre a atenção ao ultrapassar ônibus e caminhões. Por se tratar de veículos grandes e pesados, é preciso se certificar de que há espaço suficiente para realizar uma ultrapassagem segura;

– Mantenha-se a uma distância segura do veículo que vai à frente, a fim de se evitar colisões traseiras (tipo de acidente que mais tem sido registrado no Estado) nos casos de freadas bruscas;

– Cuidado com os pedestres, principalmente em perímetros urbanos cortados por rodovias. Redobre a atenção e reduza a velocidade sempre que verificar a presença de pedestres nos acostamentos e às margens das rodovias;

– É importante também sempre levar água, frutas e alimentos não perecíveis no interior do veículo, para situações inesperadas como congestionamentos e interdições de pista;

– Todos os ocupantes do veículo devem portar documento de identificação, inclusive crianças e adolescentes;

– Ocupantes de motocicletas devem sempre usar o capacete. Mantenha distância das laterais traseiras dos veículos, eliminando assim o chamado “ponto cego”. Antes de mudar de faixa de rolamento use os retrovisores. Não trafegue próximo a caminhões. O deslocamento de ar produzido por esses veículos pode desestabilizar a motocicleta. Sempre circule com o farol ligado, para facilitar a visualização da motocicleta pelos pedestres e pelos veículos que estão em sentido contrário. Além disso, trafegar com o farol de motocicleta apagado é infração passível de penalidade de multa e suspensão do direito de dirigir.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.