“Temos esperança que a situação de Itabira melhore em dois anos”, diz prefeito

 133 Visualizações

Prefeito falou durante uma hora para a imprensa – Foto: Valdenir Adilo

O prefeito de Itabira, Ronaldo Magalhães (PTB) reuniu, na tarde desta terça-feira (26/12), no seu gabinete, imprensa e alguns secretários para apresentação de um balanço geral das atividades desenvolvidas ao longo de seu primeiro ano de mandato.

Em resposta ao repórter Via Comercial, Valdenir Adilo, o prefeito apresentou as dificuldades enfrentadas pelo Governo como a queda na arrecadação, frisou que direcionou seus esforços às mais diversas áreas de atuação, atendendo várias regiões do município, e destacou que, além das ações mantidas ao longo deste ano, seu Plano de Governo precisou ser revisto desde o primeiro mês de gestão, com especial atenção aos grupos mais necessitados da população. “Nestes quatro anos, nosso compromisso é o de governar com responsabilidade, cuidando daqueles que mais necessitam da nossa atenção e, ao mesmo tempo, driblando a crise. Não pouparemos esforços para recolocar Itabira nos trilhos. Podem estar certos, vamos entregar a administração do município muito melhor do que a que recebemos”, afirmou.

ECONOMIA

Ronaldo Magalhães deu ênfase as dificuldades como a falta de recursos nos primeiros 12 meses de Governo e frisou várias vezes a importância dos ajustes contratuais e de compras e projeções realizadas rotineiramente pelas Secretaria da Fazenda do Município, Administração e Planejamento. “Somente em dezembro o Governo do Estado (Minas Gerais) deixou de nos repassar, até este momento, R$12 milhões, parte, cerca de R$7 milhões, oriundos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – Fundeb, e do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS), e o restante, R$5 milhões, relativos a Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM). Temos esperança de recebermos esses recursos no menor prazo possível, atrasos que infelizmente nos obrigou revermos novamente nossos planejamentos, sobretudo no pagamento dos servidores municipais, como o pagamento restante (2ª parcela), do 13o salário”, justificou. 

EDUCAÇÃO

Durante o encontro com a imprensa, o prefeito Ronaldo Magalhães também deu ênfase às ações mantidas pela gestão municipal no intuito de garantir às crianças de Itabira um ensino de qualidade, desde os primeiros anos escolares. “Estamos retomando investimentos importantes que estavam parados no setor de educação, como as obras dos Centros Municipais de Educação Infantil (Cemeis), dos bairros Gabiroba, Fênix e Boa Esperança. Neste ano a Secretaria de Educação criou 106 novas vagas nas creches municipais e em 2018 planejamos criar outras 100 novas vagas. E com a nova estruturação da rede municipal do Fundamental e Ensino Médio criamos neste ano 438 novas vagas nas escolas municipais”, apresentou o prefeito.

DESENVOLVIMENTO URBANO

Neste setor o prefeito de Itabira pontuou as ações realizadas pelo Cidade Limpa, que segundo Ronaldo Magalhães já atingiu 27 bairros desde a criação do programa no começo do ano. “São ações pontuais, como operações tapa buracos, capina, recolhimento de entulhos, jardinagem, entre outras, que visam deixar a nossa cidade mais agradável para a população”. 

Ao lado do prefeito, secretários de planejamento, Fazenda e Governo acompanharam a entrevista – Foto: Valdenir Adilo

CARNAVAL 

Quando questionado quanto a realização do Carnaval em 2018, Ronaldo Magalhães, antecipou que o planejamento inicial segue o modelo dos últimos carnavais realizados na cidade. “Estamos trabalhando para mantermos o formato dos últimos carnavais, com o apoio que as associações dos bairros necessitam para a realização da festa que se tornou um grande sucesso como no Campestre e Pará”, resumiu o prefeito.

OBRAS

Além da retomada das obras de três Centros Municipais de Educação Infantil (Cemeis), Ronaldo Magalhães apresentou o planejamento para as obras de início da Avenida Machado de Assis. “Estamos na fase final de assinatura de contratos. Dois já concluídos e um terceiro para concluir a parte burocrática até fevereiro”.

Para iniciar a obra, o município espera a liberação de R$15 milhões oriundos de um empréstimo junto ao Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG). “Será uma obra importante na questão da mobilidade, e sobretudo para a qualidade de milhares de moradores de pelo menos três bairros que ficarão diretamente ligados pela avenida, o bairros Machado, João XXIII e Gabiroba”.

Ainda de acordo com o prefeito o restante do recurso para a conclusão das obras devem vir do Governo Federal. “Estamos estudando, analisando a viabilidade de obter o restante dos recursos necessários para a conclusão das obras, por meio de verbas dos Ministérios das Cidades e também da Saúde”, explicou Ronaldo.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.