Allain prevê ‘ano difícil’ e anuncia fim da liderança do governo na Câmara

 131 Visualizações

O vereador Allain Gomes (PDT) em conversa com a imprensa nesta terça-feira (19) anunciou que a partir de 2018 não ocupará o cargo de líder do governo Ronaldo Magalhães (PTB) na Câmara Municipal. Segundo ele a sua saída já havia sido acordada desde o início do ano e faz parte do planejamento do governo, em dar oportunidade para outro vereador.

Ainda não foi definido o substituto, segundo informou o vereador. “Não continuo em 2018, não está oficializado isso ainda, mas teremos outro nome. Não pode se especular [o novo líder] não tenho conhecimento, mas se precisar continuaremos aqui. Independente de como for estaremos com o governo defendendo as coisas boas e certas para a cidade”, disse o vereador.

Em relação as expectativas para o ano que vem, Allain Gomes disse que “será um ano difícil”, mas com grandes possibilidades de melhoria em 2019. A queda na arrecadação e a dívida herdada pelo governo anterior, disse ele, são os principais fatores que continuam prejudicando a melhora do cenário.

“Assumimos uma prefeitura cheia de dividas, buracos, tudo se faltava nesta cidade. Agora as coisas voltaram a acontecer, limpeza, medicamentos, obras que virão no ano que vem e já foram agendadas para começar, como a avenida Machado de Assis, a obra [de captação de água] na Barragem Santana. Foram tomadas medidas impopulares, difíceis, mas só um governando com a experiência que Ronaldo tem que poderia tomar. Acredito muito neste governo, foi um ano difícil, 2018 será difícil também, mas que em 2019 será bem melhor”, defendeu o anda líder do governo.

O fechamento de 2017, destacou o vereador, será melhor do que o de 2016. Segundo ele, a prefeitura não termina o ano com saldo negativo que poderá impactar de forma positiva no ano que vem, mesmo com a queda na arrecadação.

“Temos um déficit no orçamento em R$80 milhões, mas vamos começar 2018 com déficit zero, iniciamos este ano com o déficit de mais de 8 milhões. Será um ano difícil, mas não como em 2017, com perspectiva de melhora no final do ano e em 2019 Itabira volta a ser o que sempre foi”, disse o vereador.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.