Pachuca vence rival marroquino e pega o Grêmio na semifinal

 144 Visualizações

Foto: Reuters

Com o resultado, os mexicanos se credenciaram para enfrentar o time treinado por Renato Gaúcho por uma vaga na decisão do Mundial. O duelo entre o campeão da América do Norte e o ganhador da Copa Libertadores de 2017 será realizado na próxima terça-feira, a partir das 15 horas (de Brasília), no Estádio Hazza bin Zayed, na cidade de Al Ain.

O Jogo – Os marroquinos começaram ligeiramente melhor, pressionando os mexicanos e os encurralando no campo de defesa. Aos poucos, porém, o Pachuca foi percebendo a fragilidade do time africano e passou a tomar conta das ações ofensivas da partida.

Aos 13 minutos, o meia Victor Guzmán puxou contra-ataque com lançamento preciso para Urretaviscaya, que avançou pela direita. Com três opções na área, o camisa 10, no entanto, errou o cruzamento e o Pachuca perdeu grande chance de abrir o placar.

Apesar de deter o domínio da posse de bola, a equipe mexicana teve muitas dificuldades para entrar na área adversária. Tanto que a primeira finalização do duelo só ocorreu aos 41 minutos, quando Guzmán isolou a bola após arriscar de longe.

A primeira grande chance de gol aconteceu aos 3 minutos da etapa complementar. O goleiro Laaroubi, do clube marroquino, saiu errado com os pés e viu a bola ficar com o meia japonês Honda, que dominou e bateu forte de fora da área, tirando tinta da trave esquerda.

A resposta do Casablanca foi dada aos 17 minutos, com El Haddad, que havia acabado de entrar em campo. Em jogada individual pela esquerda, o atacante driblou o marcador e cruzou de trivela. A bola pegou efeito, encobriu o baixinho goleiro Óscar Pérez e tocou no travessão antes de sair.

A partida ficou mais difícil para os marroquinos quando o volante Nakach foi expulso após entrada dura em Jorge Hernández, aos 23. Apesar da pressão, os mexicanos, não aproveitaram a vantagem numérica e se viram obrigados a disputar a prorrogação.

No tempo extra, o Pachuca, após quase sofrer um gol de contra-ataque, finalmente inaugurou o placar. Aos seis minutos do segundo tempo, Guzmán recebeu cruzamento na área e, livre de marcação, testou no canto direito, sem chances para o goleiro Laaroubi. Aliviados, os mexicanos só tiveram que administrar a vantagem para comemorar a classificação à semifinal do Mundial. (Terra)

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.