Casa de Drummond terá exposição de bordados do projeto Tecituras

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 128 Visualizações

Foto: divulgação

Na casa onde morou o poeta itabirano Carlos Drummond de Andrade, nas tardes de terças-feiras, é possível ouvir as conversas de bordadeiras que trabalham tecendo poesias, histórias e experiências de vida. São as integrantes do grupo Tecituras que, desde março de 2016, se reúnem semanalmente para bordar os poemas de Drummond e outros autores brasileiros.

A literatura é o viés principal do grupo que reúne integrantes inspiradas pela poética drummondiana, impregnada em cada cômodo e espaço da casa que as abriga. No Tecituras, as bordadeiras vêm resgatando referências da cultura popular, imprimindo identidade ao trabalho manual, valorizando o ofício milenar do bordado e contribuindo para a difusão da literatura brasileira.

Na próxima quarta-feira (6/12), às 19h, na Casa de Drummond, será aberta a terceira mostra da exposição “Tecituras: poesia entrelinhas” onde será possível conhecer um pouco mais do trabalho dessas mulheres que, numa sutil fusão de versos e imagens, transformam delicadamente, tecidos e linhas coloridas em poesia.

A exposição poderá ser apreciada até o dia 8 de janeiro, de segunda a sexta-feira, de 9 às 18 horas e sábados e domingos, de 10h30 às 16h30. A entrada é gratuita.

Casa do poeta Drummond em Itabira

SERVIÇO

Exposição Projeto “Tecituras: Poesias Entrelinhas”

Abertura: 6 de dezembro, às 19 horas

Período expositivo: 6 de dezembro a 8 de janeiro, de terça à sexta-feira, de 9 às 18 horas e sábados e domingos, de 10h30 às 16h30

Local: Casa de Drummond (Praça do Centenário, 137, Centro, Itabira, Minas Gerais, 3835-3894)

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *