quarta-feira, 30 setembro, 2020

Lula inicia caravana de 8 dias por Minas na próxima segunda-feira

Lula deve percorrer pelo menos 14 cidades na caravana

Lula deve percorrer pelo menos 14 cidades na caravana

Após passar três semanas visitando o Nordeste, em agosto, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva inicia na próxima segunda-feira, 23, uma caravana de oito dias pelo Estado de Minas Gerais. De ônibus, o petista deve percorrer um trajeto de cerca de 1.300 quilômetros por ao menos 14 cidades e sete regiões do Estado.

A largada será dada em Ipatinga, onde o presidente participará de um ato “Em defesa da soberania nacional” às 18h. Depois, a comitiva deve passar por cidades do Vale do Rio Doce, Vale do Mucuri, Vale do Jequitinhonha, Norte de Minas e terminar em Belo Horizonte, no dia 30 de outubro.

À espera do julgamento em segunda instância do processo em que o juiz Sergio Moro o condenou a nove anos e meio por corrupção e lavagem de dinheiro na Lava Jato, que pode inviabilizar sua candidatura, o ex-presidente dá continuação às caravanas – modelo que traz desde os anos 1990 – para divulgar seu projeto de chegar ao Planalto. Em entrevista concedida nesta quarta-feira à rádio Super Notícia, de Belo Horizonte, Lula disse que pretende rodar ainda os Estados do Sul, do Centro-Oeste e do Norte.

“O objetivo é tentar ver o que aconteceu no Brasil nesses últimos anos. Quero ver as pessoas, me parece que estamos perdendo muito dos direitos que conquistamos nos últimos anos no Brasil”, declarou o petista. Integrantes do partido também cogitam um giro pelo interior paulista.

Na entrevista, Lula teceu elogios a José Alencar, empresário mineiro e seu vice entre 2003 e 2010, e também ao governo do petista Fernando Pimentel, que teria diminuído o endividamento de Minas Gerais desde a sua chegada, em 2015.

PSDB

Questionado sobre os possíveis adversários no ano que vem, de esquerda ou de direita, o ex-presidente disse que prefere não escolher, mas aproveitou para dar uma alfinetada no PSDB. “Eu não me preocupo com isso, porque o PSDB está desestabilizado. Você vê, eles me dão tiro de canhão todo dia e estou vivo, deram um tiro de garrucha no Aécio e ele caiu”, disse.

Estadão Conteúdo

Postagens Relacionadas

Próxima postagem
Inscreva-se
Notificação
guest
0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.