VÔLEI – Sada vira pra cima do Corinthians no seu primeiro jogo da Superliga

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 74 Visualizações

Equipe azul foi premiada com boa atuação, superando força da torcida corintiana no Parque São Jorge – Foto: SFC/OT

Diante de uma pressão das arquibancadas que não costuma aparecer com a mesma intensidade diante dos outros adversários, o Sada Cruzeiro estreou na Superliga masculina, neste sábado, contra o Corinthians Guarulhos-SP, que teve a força da torcida tentando incomodar os cinco vezes campeões do começo ao fim. Mesmo fazendo barulho e buscando desconcentrar os jogadores celestes, quem compareceu ao ginásio do Parque São Jorge, em São Paulo, pode ter sentido um rápido desejo de bater palmas para o que foi demonstrado por Simón e cia em algum momento da partida, que teve resultado final de 3 a 1 para os azuis (29/31, 25/18, 25/15 e 25/22). O ponta cubano Leal foi eleito o melhor jogador em quadra.

Sem ser incomodado com o que vinha de fora, que deverá atrapalhar muitos times na atual temporada, os azuis impuseram um forte ritmo, conseguindo apresentar suas melhores qualidades em boa parte do duelo. As inevitáveis dificuldades marcaram presença, impulsionadas por um time de camisa que leva para as quadras características da equipe de futebol como a garra e a determinação a cada momento. Antes da bola subir, a ordem do técnico Alexandre Stanzioni, do time paulista, foi pedir agressividade aos seus jogadores, sabendo que a maior responsabilidade estava do outro lado da quadra.

No primeiro set, com as viradas de bolas afiadas e o bloqueio importunando a parte ofensiva dos donos da casa, o Cruzeiro ficou com uma mão na parcial. Mas a coisa se complicou quando o ponta Alan, do time da casa, saiu do banco de reservas no 24 a 20 para o Sada para fazer seguidos saques e forçar o empate. Os dois tempos que não haviam sido solicitados pelo técnico Marcelo Mendez entraram em ação neste momento para tentar desconcentrar Alan, sem sucesso.

As trocas de pontos marcaram o final da parcial, que foi para o Timão após muita tensão aparecendo em cada ataque. No segundo set, o Corinthians bem que tentou manter o ritmo dos últimos instantes do set de abertura, mas teve pela frente um Sada bem postado e ciente de que ainda havia muito jogo pela frente. Com os contra-ataques sendo o carro-chefe, o Cruzeiro foi abrindo vantagem e contou com os seguidos erros paulistas para um 15 a 10 aparecer. Dos 18 primeiros pontos do Cruzeiro no set, 11 foram dados de graça pelo Timão, mostrando a irregularidade corintiana, que fez o empate aparecer.

Com o bloqueio pesado, fazendo as bolas voltarem nos pés dos anfitriões, o Cruzeiro começou o terceiro set firme na missão de virar o placar. As viradas de bola seguiam sem perdão, com Uriarte distribuindo bem e usando os atacantes de rede e fundo com precisão. Com novos erros paulistas, o caminho celeste foi ficando mais fácil ao anotar um 10 a 5. A diferença foi só aumentando com os mineiros sendo regulares e precisos em suas ações.

Vendo o Cruzeiro seguir com sua força habitual, o Corinthians foi vendo a partida escapar a cada ponto jogado. O esforço corintiano foi louvável, mas acabou sendo em vão diante de um time de tamanha qualidade, que insistiu em regular em quase todo o duelo. Um cartão vermelho para os donos da casa mostrou a irritação corintiana, que não conseguia sair dos momentos de dificuldade. Precisando correr atrás da desvantagem, os paulistanos tentavam fazer sua parte, mas errando pouco no ataque, o Cruzeiro não deu brecha para ser surpreendido, mesmo longe de casa. Na próxima rodada, o Sada Cruzeiro recebe o Sesc-RJ, enquanto o Corinthians enfrenta o Minas dentro de casa.

Escalações:

Corinthians: Rodrigo Ribeiro, Rivaldo, Riad, Luizinho, Ceará, Mineiro, Serginho. Entraram: Rafa, Gabriel, Sidão, Alan, Felipe. Técnico: Alexandre Stanzioni

Sada Cruzeiro: Uriarte, Evandro, Simón, Isac, Leal, Filipe e Serginho. Entraram: Cachopa, Alemão, Éder Levi. Técnico: Marcelo Mendez

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *