Macaco é encontrado agonizando no bairro Panorama e carro Fumacê começa a pulverização  

Dando continuidade às ações de prevenção contra a febre amarela, seguindo orientações da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/MG), a Prefeitura de Itabira realiza a partir desta sexta-feira (17), pulverização de inseticida – Ultra Baixo Volume (UBV) pesado – o tradicional fumacê contra os vetores (mosquitos) da febre amarela, em diversas regiões do município.

Por meio da Gerência Regional de Saúde (GRS), o Ministério da Saúde (MS) atendeu a solicitação da Prefeitura para aplicar o UBV pesado, já que, segundo Natália Franco Barbosa Andrade, diretora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), “só o Ministério da Saúde pode fazer essa pulverização e tem um protocolo para esta ação”, declarou.

De acordo com Thereza Cristina Oliveira Andrade, superintendente de Vigilância em Saúde da SMS, o UBV pesado é recomendado porque Itabira está na “Categoria 3” – municípios com casos e/ou óbitos humanos ou epizootias (macacos mortos) confirmadas para febre amarela – do protocolo da SES/MG. No entanto, segundo a diretora Natália Franco, o fumacê não é indicado para a zona rural.

Cronograma

A pulverização de inseticida contra os vetores da doença começou na sexta-feira (17), às 17 horas, no bairro Panorama, local onde um macaco foi encontrado agonizando na tarde de hoje. “Por esse fato, começamos o fumacê pelo Panorama, seguindo pelas adjacências, bairros Água Fresca e São Marcos para uma cobertura maior”, ressaltou Natália Franco. No sábado (18), a ação acontece nos bairros Hamilton, Valença e Abóboras. No domingo (19), nos bairros Conceição e Areão. Já na segunda-feira (20), o fumacê será feito no bairro Amazonas.

A superintendente Thereza Andrade ressaltou que o protocolo desta ação é do MS que, deve permanecer na cidade pelos próximos dez dias. “O ciclo do fumacê acontece normalmente a cada três dias, então, passa no bairro uma vez e retorna depois de três dias. Um agente de endemias da SMS acompanha os técnicos do Ministério por uma questão geográfica, já que não conhecem as ruas e localidades”.

A diretora Natália Franco também explicou que o UBV não pode ser feito em dias chuvosos e com ventos fortes. “Além disso, só é feito no período da manhã, bem cedo, por volta das 5 horas ou no final da tarde, às 17 horas”. Ainda segundo ela, é necessário que a população mantenha as janelas abertas, proteja alimentos, aquários, gaiolas, bebedouros e comedouros de animais.

Em tempo 

Segundo informação da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/MG), até o momento, foram notificados 1.094 casos de febre amarela, sendo que desses, 118      foram descartados e 339 são casos confirmados. Em relação aos óbitos, foram notificados 192, desses, 117 foram confirmados para febre amarela. Nenhum no município de Itabira.

Leia Também!

Europa ameaça ampliar embargo e anuncia devolução de cargas ao Brasil

A União Europeia ameaça impor novas barreiras contra a carne nacional se as autoridades brasileiras …