Glaucius Detoffol Bragança – Michael Jackson e Congressistas – Eles não ligam para nós. Referências: Michael Jackson, Vandré e Arantes

Glaucius Detoffol Bragança, Advogado, Pós Graduado em: Direito Processual e Material do Trabalho, Direito Constitucional, Direito Tributário e Planejamento Tributário. Sócio-Gestor de Guerra e Bragança Sociedade de Advogados em Itabira – MG

Em meados dos anos 90 Michael Jackson veio ao nosso país para gravar clipe da música They Don’t Care About Us (Eles não ligam pra gente). Continuam não ligando. Na verdade… nem mesmo o Michael ligava. Aquela versão do clip com imagens brasileiras de cartões postais, favelas e do Pelourinho somente foi veiculada aqui. Pro resto do MUNDO o clipe foi diferente. NENHUMA das imagens colhidas no Brasil entrou no clipe oficial.

Enquanto muita gente idolatrava o saudoso astro no passinho do Olodum (separada por cordões de isolamento cantando Eles não ligam pra gente em língua estadunidense)… nossa Previdência Social já estava quebrada. Caminhava a passos largos rumo ao precipício da insustentabilidade. Nenhuma medida foi adotada para que a coisa mudasse de figura: nem Direita e nem Esquerda nestes últimos 25 anos.

Um adendo: não venho aqui falar sobre necessidade/desnecessidade acerca de uma verdadeira e eficaz Reforma Previdenciária. Este tema já foi tratado neste espaço. E repiso: a forma proposta está longe da necessidade de adequação.

Ontem, 15/03 (plena quarta feira), foi realizado movimento de paralisação em protesto pela Reforma da Previdência proposta. O que gerou muito tumulto nas principais capitais do país.

Para o dia 26/3 (domingo) há outro movimento programado TAMBÉM em protesto contra a Reforma da Previdência proposta.

Eu perdi alguma coisa… Quando foi que nos tornamos tão intolerantes a ponto de querermos a mesma coisa e nos distanciarmos?

Geraldo Vandré ensinava nos idos de 1960: Caminhando e cantando / e seguindo a canção / somos todos iguais / braços dados ou não / nas escolas, nas ruas / campos, construções. A quem interessa uma disputa pelo que não se discute?

De verdade que não consigo entender como muitos se cegam a ponto de ignorar aqueles que estão ao seu lado e lutam pelo mesmo ideal. É certo que algumas questões menores não se encaixam entre Esquerda e Direita. Mas o objetivo final é o mesmo: viver mais e melhor.

Eles não ligam pra nós. Quem vota no Congresso mesmo deveria estar atento ao que nós (eleitores) queremos e não os interesses de seus Partidos Políticos tampouco nos favores que serão alcançados em virtude de um voto. Utopia? Sei lá.

As vezes concordo com Guilherme Arantes e acredito que Eu vivo sempre / no mundo da lua / Porque sou um cientista / o meu papo futurista / É lunático. Mas momentos depois eu me recordo que meu papo não é futurista nem lunático. Apenas entendo que devemos voltar pra casa / em nosso lindo balão azul.

Fale com o colunista: glaucius@guerraebraganca.com.br

Leia Também!

Glaucius Detoffol Bragança – Apropriação cultural? – Zé Geraldo, Drummond, Hermes e Schopenhauer

Os jardins da casa-grande As trancas ficando pra trás Hoje, depois de algum tempo Eu …