Dr. Juliano Andrade – Como evitar o ganho de gordura quando beber

Graduação em Medicina em 2009 pela Unigranrio-RJ. – Pós graduado em Medicina do Trabalho em 2011 pelo Cenbrap. – Pós Graduando em Endocrinologia e Metabogia pelo Ipemed. – Sócio Proprietário Clinica CISSAT. Rua Desembargador Drumond, n°05, Campestre. Itabira-MG.

Hoje venho revelar como você pode fazer o álcool te ajudar a perder gordura. Alternativamente, você vai saber como beber moderadamente (socialmente), sem qualquer ganho de gordura. Isso tudo sem ter que contar calorias.

Aplique este método exatamente como será descrito. Se você prestou atenção, entenderá a lógica por trás dele.

As regras são as seguintes:

  • No dia em que for beber, restrinja a ingestão de gordura a 0,3 g/kg de massa corporal (ou o mais próximo disso que conseguir);
  • Limite os carboidratos a 1,5 g/kg. Obtenha preferencialmente todos os carboidratos de legumes e de fontes que também sejam ricas em proteína. Você também deve evitar fontes de álcool ricas em carboidratos, como bebidas feitas com sucos de frutas e cerveja. 330 ml (uma latinha) de cerveja contém cerca de 12 g de carboidratos, enquanto um Cosmopolitan (drink com vodka, Cointreau, e sucos de lima e Cranberry) apresenta cerca de 13 g;
  • Boas opções de álcool incluem vinho secos, pois possuem poucos carboidratos, cerca de 0,5g a 1 g por copo (115ml). (Não é atoa que algumas dietas permitem o consumo de vinhos). Vinhos doces têm índices mais elevados, na faixa de 4g a 6g por copo. Conhaque, gin, rum, whisky, tequila, vodka – praticamente todos esses não possuem carboidratos. Então, dê preferência a vinhos secos ou a bebidas destiladas – puras ou mesmo misturadas com
    sucos naturais.

    Apenas esteja ciente de que há melhores e piores opções;

  • Coma o quanto quiser de proteínas. Sim, isso mesmo, conforme a sua vontade. Devido ao limite de gordura para os dias em que for beber, foque em consumir proteínas magras: queijo cottage, suplementos proteícos, frango, peru, atum, carne de porco e até mesmo clara de ovos são boas fontes de proteína neste dia.
  • Para a perda eficaz de gordura, isso tudo deve ser limitado a uma noite por semana. Aplique o protocolo e você perderá gordura semanalmente – desde que sua dieta esteja correta no restante da semana.

Basicamente, nesta estratégia nutricional, o foco está nos macronutrientes que são menos propensos a causar síntese líquida de gordura durante condições hipercalóricas. Álcool e proteínas, seus principais macronutrientes neste dia, são precursores extremamente pobres para iniciar a lipogênese (isto é, geração de células adiposas).

O álcool inibe a oxidação de gordura, mas como você não estará ingerindo gordura durante esse período de consumo de álcool, você não tem o que armazenar. A proteína também não causará nova lipogênese.

E, além disso, o alto consumo de proteínas também compensa o efeito quase nulo do álcool na saciedade – de forma que você, muito provavelmente, sairá menos da dieta quando estiver bebendo.

Um bônus interessante depois de uma noite de bebidas é que isso ajuda a eliminar o excesso de água que você pode ter retido. Algo que poderia ser um bom “incentivo” para quem não estava conseguindo perder peso.

Aplique esta estratégia com bom senso – não vai sair fazendo besteira com sua dieta. Lembre-se que esta é uma estratégia de curto prazo para aqueles que querem beber  sem afetar significativamente o progresso na perda de gordura ou causar ganho de gordura indesejada. Não é algo que eu incentive como hábito diário, mas sim uma estratégia que pode ser aplicada para a manutenção do nível gordura corporal.

Fale com o colunista: clinicacissat@gmail.com

Leia Também!

Estreia – Juliano Andrade: Você acha que sabe sobre carboidratos?

Você acha que sabe sobre carboidratos? Vamos lá… Carboidratos são na realidade os vegetais, sim, …