Cotidiano, Itabira

Mineradora Vale investiga morte de trabalhador em Itabira

A mineradora Vale informou ao Via Comercial, que está investigando a causa da morte de um de seus funcionários, que acabou atingido na cabeça por uma sucata ferrosa, durante manutenção dentro de um britador, na mina Cauê, localizada na serra do Esmeril, em Itabira.

O acidente aconteceu neste domingo (11), e segundo o vice-presidente do Sindicato Metabase, Carlos Roberto de Assis Ferreira, no momento do acidente o funcionário, Luiz Gustavo Santos, soldava o equipamento, mas uma peça se soltou caindo sobre a cabeça do soldador.

No comunicado a empresa confirmou que o empregado foi socorrido imediatamente e levado para um hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos sofridos durante a atividade que estava realizando, como noticiado ontem pelo Via Comercial. “A Vale investiga as causas do acidente e presta todo o suporte à família neste difícil momento”, encerrou a empresa no comunicado.

Empregado

Luiz Gustavo dos Santos, 34 anos, era morador do bairro Pedreira do Instituto, e de acordo com parentes e amigos era muito querido.

Sua morte violenta comoveu a comunidade, já sofrida pela violência urbana, que se mobiliza para prestar homenagens ao morador do bairro.

O corpo de Gustavo, apelidado pelos amigos de “Gugu”, está sendo velado no Cemitério da Paz, e será sepultado nesta segunda-feira (12), às 16h.

Leia mais

Trabalhador da Vale morre durante manutenção de britador em mina de Itabira

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *