Esportes, Futebol

CRUZEIRO – Palmeiras faz proposta oficial pelo lateral-esquerdo Diogo Barbosa

No domingo, lateral-esquerdo Diogo Barbosa cobrou agilizada na definição do seu futuro – Foto: SE/reprodução

O Cruzeiro terá que agir rápido no mercado para assegurar a permanência do lateral-esquerdo Diogo Barbosa. Nesta segunda-feira, o Palmeiras apresentou oferta oficial de 4,5 milhões por 100% dos direitos econômicos do jogador de 25 anos. O documento chegou para as diretorias do Coimbra, clube de Belo Horizonte ligado ao Banco BMG, detentor de 75% dos direitos do atleta, e do Cruzeiro, que já possui os demais 25%.

”O Alexandre Mattos (diretor de futebol do Palmeiras) me ligou ontem (domingo) dizendo que ia formalizar a proposta pelo Diogo Barbosa. Por uma questão de respeito ele fez questão de avisar. O documento chegou hoje”, confirmou Itair Machado, vice de futebol da gestão que assumirá o clube em 2018.
 
Segundo ele, o Flamengo já havia feito verbalmente uma oferta de 4 milhões de euros pela totalidade dos direitos do lateral. Faltava apenas o clube carioca documentar essa proposta.
 

Diante da forte concorrência, o Cruzeiro terá que se mexer para assegurar a continuidade do jogador, que tem vínculo até dezembro de 2018. 

Antes da oferta do Palmeiras, o clube tinha até o fim deste ano para adquirir mais 25% dos direitos do lateral. O valor estipulado era de 1 milhão de euros (R$ 3,83 milhões). Agora, com a investida dos paulistas, o Cruzeiro terá que adquirir 75% do atleta e proporcionalmente pelo mesmo valor oferecido por Alexandre Mattos. Isso representa 3.375 milhões de euros (R$ 12,9 milhões).

 
Se o Cruzeiro exercer essa preferência de compra de Diogo Barbosa, seguirá com o lateral e estenderá o vínculo. Nessa condição, o contrato do atleta, que vai até dezembro de 2018, seria prorrogado até o fim de 2021.
 
Segundo Itair Machado, o presidente eleito Wagner Pires de Sá já comunicou ao atual mandatário, Gilvan de Pinho Tavares, que não abre mão de Diogo Barbosa para 2018. 
 
”O presidente Wagner entrou em contato com o Gilvan dizendo que não tem interesse em negociar o jogador. Com isso, o Cruzeiro fica obrigado a comprar o percentual do jogador (mais 25%). Diante da proposta do Palmeiras, o Cruzeiro tem que decidir se compra ou não. E nós vamos comprar. O jogador vai ficar. Vamos fazer uma composição com os donos do percentual restante do Diogo para ficar com ele mais quatro anos”, adiantou Itair.
Estratégia
 
A proposta do Cruzeiro ao BMG será de adquirir mais 75% de Diogo Barbosa em troca de percentuais do zagueiro Murilo e do atacante Alisson, ambos visados pelo mercado internacional. No caso do defensor, o clube detém hoje 75% dos direitos. Sobre Alisson, o percentual cruzeirense é de 40%. “Como o Cruzeiro não tem dinheiro para fazer a compra do Diogo Barbosa, a gente comporia o negócio com percentual desses jogadores. Essa é a minha proposta inicial. A outra possibilidade será encontrar um investidor interessado em comprar parte do Diogo Barbosa. Vamos segurar o jogador dessa forma”, disse Itair.
 
Barbosa ansioso
 
No domingo, após a vitória do Cruzeiro sobre o Fluminense, por 3 a 1, Diogo Barbosa fez um desabafo e pediu agilidade da diretoria para resolver o seu futuro. O técnico Mano Menezes também comentou as declarações do atleta e confirmou que ele quer ficar na Toca.
 
Por conta desse episódio, Itair Machado se reuniu com Diogo Barbosa nesta segunda-feira e o tranquilizou. ”Ele está ansioso. Na verdade, na hora que deu essa entrevista, o que ele quis dizer é que o Cruzeiro teve o ano inteiro para resolver o futuro dele, não só agora vai resolver. Não achei que houve desrespeito. Ele é um bom menino, quer ficar. Falei com ele das propostas do Palmeiras, do Flamengo. Ele soube por mim, não sabia de nada até domingo. Expliquei a ele a nossa intenção. Ele quer ficar e vamos ficar com o jogador. Fechando a composição, o contrato dele seria de mais quatro anos a partir de janeiro”.
 
Machado esclareceu que a atual diretoria tem autonomia para fazer qualquer transação até dezembro, uma vez que Wagner só assumirá efetivamente em janeiro. No entanto, há um acordo de cavalheiros para que as decisões da futura direção sejam respeitadas. “O Cruzeiro quer ficar com o Diogo e vai ficar. Até porque, não valeria a pena vender o Barbosa ao Palmeiras. É justamente por isso que o presidente Wagner já avisou ao Gilvan para descartar esse negócio do Palmeiras, pois vamos compor a compra de mais 75%”.
 
Quando efetuou a contratação de Diogo Barbosa, no fim do ano passado, o Cruzeiro investiu 700 mil euros em 25% dos direitos econômicos, pagos em dez parcelas. 
 
Barbosa já disputou 59 jogos pelo Cruzeiro. No período, marcou dois gols e deu oito assistências. (Informações do SuperEsporte)
ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *