Prefeitura implanta viveiro para produção de mudas da mata nativa

mudas-textoA Prefeitura de Itabira, em parceria com o Instituto Espinhaço, está ampliando e preparando o antigo Viveiro Municipal, localizado no Posto Agropecuário, para produzir mudas da mata nativa dos biomas de Minas Gerais. A ação faz parte do projeto “Semeando Florestas, Colhendo Águas no Espinhaço”, que está inserido no Programa Plantando o Futuro, do Governo de Minas Gerais.

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Nivaldo Ferreira do Santos, o novo viveiro atenderá o Núcleo Regional do projeto, formado por 12 cidades vizinhas. “Os municípios serão beneficiados com as mudas produzidas em Itabira e com ações de preservação, recuperação e recomposição ambiental. Além disso, em toda a região da Serra do Espinhaço haverá outros núcleos, totalizando mais de cinquenta cidades beneficiadas com a produção, distribuição, plantio e manutenção”, disse.

Para o prefeito Damon Lázaro de Sena, este é um projeto de grande importância para a região, uma vez que a mesma possui um meio ambiente degradado, principalmente por causa da mineração. “A partir desse processo, poderemos reflorestar a Serra do Espinhaço. A expectativa é de que em janeiro de 2017 tenhamos cerca de 700 mil mudas de árvores nativas. O objetivo desse viveiro é produzir, nos próximos anos, mais de três milhões de mudas”.

Saiba Mais

O Programa Plantando o Futuro (PPOF), do Governo de Minas, é coordenado pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). Por meio do programa, o Estado busca plantar 30 milhões de árvores, compreendendo assim a recuperação de 40 mil nascentes, seis mil hectares da mata ciliar e dois mil hectares de áreas degradadas, em todos os 17 Territórios de Desenvolvimento de Minas Gerais, até 2018.

Leia Também!

Praticante de Voo Livre cai na Serra dos Doze em Itabira

Na tarde desta sexta-feira, 23 de junho de 2017, por volta de 13hs20 a Central …