Itabira está entre as 10 mineiras com maior índice de homicídios na adolescência, diz pesquisa

Nesta segunda-feira, dia 27, o Observatório de Favelas promoveu, em uma coletiva de imprensa, o lançamento do Índice de Homicídios na Adolescência (IHA), pesquisa, que compõe um dos eixos de atuação do Programa de Redução da Violência Letal Contra Adolescentes e Jovens (PRVL). O IHA é uma ferramenta que estima o risco de adolescentes, com idade entre 12 e 18 anos, perderem suas vidas por causa da violência letal. O IHA avalia alguns fatores que podem aumentar o risco de morte, de acordo com raça, gênero e idade desses adolescentes.

Itabira aparece em décimo lugar no ranking das cidades de Minas Gerais com população acima de 100 mil habitantes. Segundo a pesquisa, que aponta o índice de 1% como normal, Itabira tem IHA de 1,41%, e nos próximos dois anos (até 2014), pode perder cerca de 23 adolescentes em um universo de 16.339, dentro da faixa etária (12 a 18 anos), que serão mortos pela violência.

* LEIA MAIS
+Betim, Contagem e Neves são líderes em mortes de jovens
+ Jardim das Oliveiras e Betânia lideram ocorrências Policiais em Itabira, aponta estudo

Os números alarmantes, apresentados pela ONG Observatório de Favelas em dezembro, foram levantados a partir do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, referentes a 2008, último ano sobre o qual há informações disponíveis. A expectativa é que 32 mil adolescentes sejam mortos por violência letal (homicídios, suicídios e acidentes) nos municípios brasileiros com mais de 100 mil moradores se as condições que prevaleciam em 2008 não melhorarem.

Em novembro do ano passado, a Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira (Funcesi), divulgou um Diagnóstico da realidade social da Criança e do Adolescente de Itabira. O estudo foi coordenado pelo Prof. Alexander Cambraia N. Vaz, Elvécio Ribeiro Brasil e Flávia Martins Guerra Pantuza, além de estudantes da faculdade. O diagnóstico apontou o perfil do menor infrator no município, entre outros temas, como renda média familiar. O relatório foi solicitado pela Secretaria Municipal de Ação Social e revelou à perspectiva de planejamento de produção de políticas públicas eficientes, eficazes e efetivas, visando a adoção de medidas para o combate a violência, destacando os tipos de crimes mais cometidos pelos jovens da cidade, bem como os locais onde os crimes são mais comuns.

O resultado do estudo da Funcesi é semelhante ao do Observatório de Favelas e ressalta que assim como na grande parte do país, em Itabira, a faixa etária no envolvimento de crimes tem diminuído cada vez mais. Ainda segundo o relatório da Funcesi, meninos de 7 a 8 anos de idade já estão plenamente envolvidos com a utilização e comercialização de entorpecentes. Entre 2007 e 2008, a faixa etária dos jovens envolvidos em ocorrências policias na cidade ficou em 14% para as crianças com até 12 anos de idade, 25% de 12 a 15 anos, 34% para os adolescentes de 15 a 21 anos e 27% para os jovens de 22 a 30 anos de idade.

O estudo observa que os números fornecem pistas importantes para se desenhar o perfil do jovem infrator do município. Em primeiro lugar, nota-se que a faixa etária com maior participação na confecção das ocorrências é aquela de 15 a 21 anos, correspondente aos adolescentes. Os adolescentes, de acordo com o trabalho, são, portanto, aqueles que mais aparecem nos registros policiais em Itabira. Considerando que, de acordo com tal classificação, adolescentes também compreendem a faixa de 12 a 15 anos, então, do total de participação nas ocorrências policias, 59% são referentes aos adolescentes. Em outras palavras, praticamente 60% das ocorrências policiais de Itabira envolvendo jovens (indivíduos de até 30 anos de idade) referem-se a adolescentes.

Os três municípios de Minas Gerais com população acima de 100 mil habitantes que lideram o ranking são Betim com 4,8%, Contagem com 4,55% e Ribeirão das Neves com 4,33%.

Ranking Cidades Mineiras

Betim – 4,8
Contagem – 4,55%
Ribeirão das Neves – 4,33%
Governador Valadares – 3,8
Belo Horizonte – 3,45
Sabará – 3,19
Ibirité – 3,08
Santa Luzia – 2,32
Coronel Fabriciano – 2,13
Itabira – 1,41

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados são obrigatórios *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Ir para o Topo